Países emergentes

Entre os mais relevantes países emergentes estão Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul que compõe o BRICS.

O conceito de Países Emergentes é usado para países que anteriormente eram denominados como países de Terceiro Mundo.

Publicidade

São países que estão emergindo, ou seja, crescendo economicamente e se industrializando – uns mais rápidos que outros.

Nesse contexto, entre países de Primeiro Mundo estavam os países capitalistas desenvolvidos, enquanto que o Segundo Mundo era composto pelo bloco de países socialistas.

Por fim, os países de Terceiro mundo eram aqueles que apesar da capitalistas, ainda se encontravam em vias de se desenvolver.

Após a Guerra Fria e com a dissolução da União Soviética e por consequência do bloco de países socialistas, as denominações mudam para Países Desenvolvidos e Países em Desenvolvimento – nessa último grupo se encontram os países emergentes.

Os países emergentes mais importantes economicamente estão reunidos em uma sigla: BRICS (Brasil, Russia, Índia, China e África do Sul).

países emergentes exemplos
Imagem: Reprodução

BRICS e os Países Emergentes

O termo BRIC foi criado em 2001 pelo economista inglês Jim O’Neill para fazer referência a quatro países Brasil, Rússia, Índia e China.

Publicidade

Em abril de 2010, foi adiciona a letra “S” em referência a entrada da África do Sul (em inglês South Africa). Desta forma,o termo passou a ser BRICS.

Estes países emergentes possuem características comuns como, por exemplo, bom crescimento econômico.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, estes países ainda não compõem um bloco econômico.

Publicidade

Apenas compartilham de uma situação econômica com índices de desenvolvimento e situações econômicas parecidas.

Desse modo, estes países formam uma espécie de aliança que busca ganhar força no cenário político e econômico internacional, diante da defesa de interesses comuns.

A coordenação entre Brasil, Rússia, Índia e China (BRIC) iniciou-se de maneira informal em 2006.

Contudo, a primeira reunião formal de Chanceleres do BRIC foi realizada em 18 de maio de 2008, em Ecaterimburgo, na Rússia.

Desde então, a sigla não se limitou a identificar quatro economias emergentes, passando então o BRICs a constituir uma nova entidade político-diplomática.

Características comuns entre os países

  • Economia estabilizada recentemente;
  • Situação política estável;
  • Mão-de-obra em grande quantidade e em processo de qualificação;
  • Níveis de produção e exportação em crescimento;
  • Boas reservas de recursos minerais;
  • Investimentos em setores de infraestrutura(estradas, ferrovias, portos, aeroportos, usinas hidrelétricas, etc);
  • PIB (Produto Interno Bruto) em crescimento;
  • Índices sociais em processo de melhorias;
  • Diminuição, embora lenta, das desigualdades sociais;
  • Rápido acesso da população aos sistemas de comunicação como, por exemplo, celulares e Internet (inclusão digital);
  • Mercados de capitais (Bolsas deValores) recebendo grandes investimentos estrangeiros;
  • Investimentos de empresas estrangeiras nos diversos setores da economia.

Referências

Países Emergentes – Abdellatif Benachenhou

As economias emergentes e o cenário internacional –  Renato Baumann1

Itamaraty.gov

 

Luana Bernardes
Por Luana Bernardes

Graduada em História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pós-graduada em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela mesma Universidade.

Como referenciar este conteúdo

Bernardes, Luana. Países emergentes. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/paises-emergentes. Acesso em: 23 de April de 2024.

Teste seu conhecimento

01. [UERJ]:

Os líderes dos países que integram os Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – encerraram seu terceiro encontro com um comunicado em que pedem conjunta e explicitamente, pela primeira vez, mudanças no Conselho de Segurança das Nações Unidas. O texto defende reformas na ONU para aumentar a representatividade na instituição, além de alterações no Fundo Monetário Internacional e no Banco Mundial. Para os líderes dos Brics, a reforma da ONU é essencial, pois não é mais possível manter as formas institucionais erguidas logo após a Segunda Guerra Mundial.

(Adaptado de O Globo, 15/04/2011).

Uma das principais mudanças no contexto internacional contemporâneo que se relaciona com as reformas propostas pelos Brics está indicada em:

a) afirmação da multipolaridade

b) proliferação de armas atômicas

c) hegemonia econômica dos EUA.

d) diversificação dos fluxos de capitais

 

02. [FATEC]:

 

É correto afirmar que as regiões destacadas em preto no mapa representam os países que:

a) formam os BRICS, conjunto de países emergentes que possuem características comuns como, por exemplo, relevante crescimento econômico.

b) priorizam a energia nuclear como matriz energética e, por esse motivo, investem no enriquecimento de urânio para abastecer suas usinas.

c) são os maiores exportadores de produtos primários, como a cana-de-açúcar, banana e soja, por serem países de solo fértil.

d) formam o bloco econômico NAFTA, que tem como finalidade eliminar as barreiras alfandegárias entre seus membros.

e) formam o bloco denominado G5, que se caracteriza pela desaceleração da industrialização e pela crise econômica.

 

01. [UERJ]

Resposta: A

A criação da ONU em 1945 aconteceu após a Segunda Guerra Mundial e assinalou um contexto histórico que demarcaria o início da polarização entre EUA e URSS. O argumento dos países dos Brics é que, desde então, muitas alterações aconteceram nas ordens econômicas e políticas internacionais, em sinal claro da atual condição de multipolaridade a qual perpassa as relações internacionais.

 

02. [FATEC]

Resposta: A

No mapa, estão indicadas as localizações de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, países que formam o BRICS, grupo de nações de economias emergentes.

 

Compartilhe

TOPO