Mar do Caribe

O mar do Caribe é uma região muito visitada por turistas do mundo todo. Alguns países são banhados pelo mar e apresentam características peculiares.

Também conhecido pelo nome de Mar das Caraíbas, o Mar do Caribe é parte do Oceano Atlântico, estando localizado entre a América Central e a América do Sul. É considerado um mar semiaberto em decorrência das suas características geográficas, e apresenta seu ponto mais fundo na fossa das ilhas Cayman, com 7687 metros de profundidade. Sua superfície apresenta uma área de 2.754.000 quilômetros quadrados, e o clima na região é tropical, sendo influenciado pelas correntes marinhas de Humboldt e do Golfo. Seus limites geográficos são as Grandes Antilhas ao norte, Pequenas antilhas ao Leste, litoral do Panamá e da Colômbia ao sul e litoral de Honduras, Costa Rica e Nicarágua à Oeste.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

O nome do mar foidado pelos colonizadores espanhóis no início do século XVI devido à tribo indígena que habitava as ilhas da região, que são os índios Caribes ou Caraíbas. A região apresenta como principais atividades econômicas o turismo, pesca de atum e sardinha, e agricultura de gêneros tropicais, como o açúcar, o café e a banana.

História

O mar do Caribe era desconhecido até o ano de 1500 d.C., que foi quando Cristovão Colombo navegou pela primeira vez, objetivando encontrar rotas marítimas para a Índia. Quando a área foi descoberta, rapidamente suas ilhas foram colonizadas pela civilização ocidental, e acabou se convertendo em uma região comum para rotas comerciais europeias.

No ano de 1594, muitos barcos se lançaram ao mar para ir às recém-descobertas Índias, isso em decorrência da permissão que foi dada pelos reis católicos para seus súditos. Durante esse período, os povos ficaram facilmente acessíveis aos piratas, assim como nas feiras comerciais que aconteciam nas costas das Caraíbas. Foi por isso que ao final do século XVI os espanhóis construíram o Forte de São Lourenço. Outros portos da região passaram pelos mesmos problemas, e isso fez com que postos defensivos militares fossem construídos, o que induziu a importação de escravos para trabalhar na região.

O mar chamou atenção da Inglaterra e da França, que enviaram marinheiros para conquistar territórios na região, e a partir do século XIX os países colonizados da região passaram a declarar sua independência. No ano de 1903, o Panamá, com a intervenção dos Estados Unidos, se separou da Colômbia e construiu o Canal do Panamá, ligando o mar das Carnaíbas ao Oceano Pacífico. Inauturado em 1914, somente deixou de ser administrado pelos Estados Unidos em 1999.

Fauna e Flora

A fauna e a flora dos países que são banhados pelas águas do Mar do Caribe apresentam uma grande diversidade, tendo como principais espécies da flora a oliveira, caimito, coqueiro, guaiacum, mogno e ceiba, e da fauna aquática a tartaruga marinha, golfinho, arraia, baleia-jubarte, barracuda, garoupa e moreia, e as aves todus, garça verde, tucano, papagaio, canário e jacutinga, enquanto a fauna terrestre apresenta a iguana verde, gato selvagem, iguana azul, crocodilo americano, bicho preguiça e coqui dourado.

Principais ilhas e países

Existem muitas ilhas no mar do Caribe, entre elas as ilhas Cayman, ilhas de Sotavento, ilhas Virgens, ilha de Cuba, ilha Saona, ilha Beata, ilha da Tartaruga, ilhas Turneffe e ilha da Providência, e países banhados pelo mar do caribe são o Panamá, Costa Rica, Honduras, Belize, Guatemala, México, Cuba, Jamaica, Haiti, República Dominicana, Colômbia e Venezuela.

Referências

O mar e o mato: histórias da escravidão – M Lienhard

Circulation of the Caribbean Sea – Al Gordon

Por Natália Petrin
Compartilhe nas redes sociais

TOPO