Fome na África

A Fome na África é um dos problemas sociais que mais assola o mundo, mesmo na modernidade e com toneladas de alimentos ainda sendo produzidos.

A Fome na África é um problema que cerca muitos questionamentos e dúvidas. Afinal, como tanta comida produzida no mundo não chega até os habitantes do continente?

Publicidade

Segundo estimativas recentes, são pelo menos 236 milhões de pessoas que vivem em situação de fome na África, atualmente. Levando em conta que a população total do continente atinge os 1,2 bilhão, estima-se que cerca de 20% do continente viva na situação de fome.

A África, como um todo, é um continente de notável produção e exportação de produtos agrícolas. Ou seja, é um país que produz muito alimento, mas não consegue atingir essa produção às camadas mais pobres da população.

fome na áfrica
(Imagem: Reprodução)

O continente, em consequência, apresenta um número alarmante de pessoas em estado de subnutrição. Segundo dados referentes a esta condição, a África tem os piores índices do mundo neste aspecto.

As perspectivas, no entanto, não são nada boas. Segundo relatório divulgado do Instituto Internacional de Pesquisa em Política de Alimentação, os índices podem piorar.

Os dados referentes ao número de crianças subnutridas alcançarão os 18% até o ano de 2020. Segundo James Morris, diretor-executivo do Programa Mundial de Alimentos da ONU, a fome na África é um dos motivos para a instabilidade do continente.

Não só política, mas também no quesito econômico. Além de causar pobreza, a fome é também consequência da mesma, pois uma população que não se alimenta, é uma população que não trabalha (contribui).

Publicidade

Causas principais da fome na África

Na África, as taxas de crescimento populacional são consideradas as mais elevadas no mundo todo. Num comparativo simples, em 1950, a população passava pouco dos 200 milhões de pessoas. Atualmente, ultrapassa a casa do bilhão.

Os motivos e causas desse problema são os mais variados. Resumir seria simplista, sem analisar toda a história e o atual cenário socioeconômico do continente.

A fim de elencar alguns motivos, designa-se, assim, como os principais fatores para a elevada taxa de fome na África:

Publicidade

  • Terras ocupadas, e consequentes latifúndios criados, utilizadas apenas para a monocultura. Ou seja, produção agrícola destinada apenas para a exportação (commoditie);
  • Não há produção massiva que abasteça o mercado e consumo interno;
  • Pouca oferta de alimentos pelo continente;
  • Terras férteis no continente acabam sendo destinados à monocultura, e a escassez só aumenta;
  • Guerras civis desencadeadas por conflitos étnicos;

De forma bastante superficial, o que se nota é um quadro social, cultural e econômico definhando. Problemas se agravando e com perspectivas de melhoras quase nula para o grave problema de fome no continente.

Solução para o problema da fome no continente africano

Na Organização das Nações Unidas há um consenso de como a fome na África pode ser resolvida a médio ou longo prazo. É notório que não há qualquer falta de alimento, o que realmente é escasso é a forma de levá-lo até as regiões mais necessitadas.

Uma administração correta, incentivo à agricultura familiar e a universalização do alimento se tornam fatores primordiais. As condições atuais de distribuição de terras e governos com conflitos étnicos impedem esse desenvolvimento.

O que se nota atualmente é o resultado de uma política de exploração percebida ao longo dos séculos. A Revolução Indrustrial que deixou a África para traz, a Revolução Tecnológica e toda a evolução percebida agravam ainda mais a fome na África.

O ideal são medidas preventivas de longo prazo, que prezem por corrigir esse problema nas próximas gerações. Com educação, investimento em saneamento e uma maior atenção dos governantes aos setores mais pobres da sociedade no continente.

Referências

Agência da ONU diz que 20 milhões podem morrer de fome na África – Agência EBC

Os motivos da fome na África – Por que a comida não chega e para onde vai? – Pragmatismo Político

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Como referenciar este conteúdo

Bunde, Mateus. Fome na África. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/fome-na-africa. Acesso em: 23 de April de 2024.

Compartilhe

TOPO