Estepes

A estepe é uma formação vegetal de planície com poucas árvores e vegetação rasteira similar à pradaria.

No Hemisfério Norte, o interior das grandes superfícies continentais é ocupada por estepes; a ausência de árvores é devida em parte aos excessos térmicos do clima continental (com invernos rigorosos e verões frequentemente tórridos).

As estepes boreais ocupam a Eurásia, desde a Ucrânia e a Ásia Menor até a Mongólia, porém, pode ser encontrada também nos Estados Unidos e na Patagônia.

Muitos estudiosos assemelham as estepes à Caatinga encontrada no nordeste do Brasil.

A insuficiência de precipitações, isto é, a ausência de chuvas, é outra característica das estepes. Dessa forma, o o período de vegetação ativa fica reduzido a curtas primaveras e outonos, separados por duas extensas estações de “repouso”.

A estepe é um bioma típico das regiões afastadas do mar e por isso mesmo não sofre sua influência moderadora no clima.

O Solo das estepes

O solo típico das estepes é fértil, com uma espessa camada orgânica. A umidade do solo é suficiente para manter uma vegetação natural composta por capim de folhas finas, as gramíneas.

Esse tipo de vegetação mais rasteira auxilia a retenção de matéria orgânica sobre o solo. Além disso, graças a uma fauna escavadora variada, há uma excelente aeração do solo mesmo nas camadas mais profundas.

Desse modo, o solo onde desenvolve esse tipo de cobertura vegetal apresenta uma grande fertilidade, possui uma cor escura (negra) e é usado frequentemente para o cultivo agrícola.

estepes
Imagem: Reprodução

Vegetação

Estepe é o nome dado a um tipo de vegetação de regiões temperadas ou subtropicais. As plantas predominantes são as gramíneas, embora existam algumas árvores e arbustos dispersos.

A estepe, de fato, é considerada uma faixa de transição vegetativa e climática, ocorrendo geralmente aos arredores de desertos.

As estepes são formações herbáceas abertas, caracterizadas por um domínio de gramíneas com seus sistemas radiculares profundos e densos, multiplicação vegetativa e órgãos de reserva, bem como rizomas e tubérculos.

Fauna

Os grous e as abetardas, espécies de aves, entre outros animais, realizam grandes deslocamentos entre as estepes em busca de alimento.

Por serem terrenos abertos, os animais dessa região são adaptados à corrida, como por exemplo os cavalos selvagens e as gazelas.

A vida subterrânea nas estepes também é bastante ativa. Pois, o solo confere proteção contra o forte calor, o frio intenso e os predadores.

Assim, a grande população de gafanhotos presentes nesse bioma realiza migrações em grupo como defesa contra os seus predadores.

Também são exemplos da fauna das estepes as minhocas, as formigas, as serpentes, os lagartos, os roedores, como as marmotas, os coelhos, as raposas e os chacais.

Referências

Enciclopédia do Estudante – O Estado de São Paulo

Geografia: o mundo em transição  – José William Vesentini

Luana Bernardes
Prof. Luana Bernardes

Graduada em História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pós-graduada em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela mesma Universidade.

Teste seu conhecimento

01. [UEPG]: Com relação aos grandes biomas do mundo, suas localizações e características gerais, assinale o que for correto.

01. A tundra, que é encontrada em regiões polares e alpinas, não tem representatividade em território brasileiro.

02. Savanas tropicais são conjuntos de formações abertas com domínio de uma vegetação de gramíneas dispersas e tufos de ervas baixas. Ocorrem na América do Norte, Eurásia, África e nos pampas da América do Sul.

04. Os desertos, que ocorrem nos centros de altas pressões da América do Norte, África, Eurásia e Austrália, não têm representatividade na América do Sul.

08. As florestas tropicais recebem uma precipitação elevada e bem distribuída durante o ano todo. Concentradas na faixa intertropical, constituem um dos ecossistemas com maior biomassa terrestre.

16. As taigas são as matas de coníferas que ocorrem em latitudes acima de 45º. No inverno, elas são muito úmidas e frias.

02. [UNESP]: Mata de terra firme, mata de várzea e igapó são formações vegetais típicas deste bioma. Em razão do processo de uso e ocupação do território brasileiro e das ações dirigidas à preservação dos recursos naturais realizadas nas últimas décadas, este bioma constitui-se também naquele que guarda as maiores extensões de floresta nativa no Brasil, ainda que seu desmatamento não tenha sido completamente cessado. O texto refere-se ao bioma:

a) Cerrado.

b) Mata Atlântica.

c) Pampa.

d) Caatinga.

e) Amazônico.

01. [UEPG]

Resposta: 25  (1, 8, 16)

01) Verdadeira – Como o Brasil está localizado em uma área tropical e a Tundra ocorre em regiões polares, o Brasil não possui esse exemplar de bioma.

02) Falsa – A vegetação das savanas é constituída por gramíneas, arbustos e árvores de médio e pequeno porte com raízes profundas, folhas grossas e troncos retorcidos, e não por apenas gramíneas como afirmado no enunciado.

04) Falsa – A América do Sul possui diversos exemplares de desertos, tais como o Deserto do Atacama e o Deserto da Patagônia.

08) Verdadeira – As florestas tropicais são bastante úmidas e possuem uma grande biodiversidade de animais e plantas.

16) Verdadeira – A Taiga está localizada ao sul da Tundra e é composta principalmente por coníferas.

02. [UNESP]

Resposta: E

O bioma amazônico é composto por vários ecossistemas distintos, como a Mata de terra firme, Mata de Várzea e o Igapó. A Mata de terra firme ocorre em regiões que não são alagadas com a cheia dos rios e abriga árvores de médio e grande porte e uma vegetação densa.

A Mata de Várzea ocorre em áreas que permanecem alagadas durante as cheias dos rios e abriga árvores menores (com cerca de 20 metros de altura). O ecossistema de Igapó está presente em áreas da Floresta Amazônica que permanecem alagadas durante todo o ano e apresenta diversas espécies de plantas higrófilas (adaptadas à umidade), pequenos arbustos e árvores de pequeno porte.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO