Erosão

Erosão é um processo que pode ser causado por diversos fatores, e traz alterações ao solo e às rochas da superfície terrestre.

Erosão é como chamamos o processo que acontece no solo e envolve o desgaste, o transporte e a sedimentação não apenas do solo, mas dos subsolos e das rochas. Esses efeitos são causados em decorrência de agentes erosivos, que podem ser, por exemplo, a água, os ventos e até mesmo os seres vivos. A erosão causa a destruição das estruturas que compõem o solo, e passa a levar os nutrientes e sais minerais para as partes baixas do relevo.

Nas regiões onde o solo é coberto por vegetação densa, como florestas de árvores, por exemplo, o processo é quase inexistente, mas ainda assim está sempre presente, tendo importância essencial para que os relevos se formem. O grande problema está em retirada das vegetações para fins agrícolas, que acaba deixando o solo exposto e mais propício às erosões.

Imagem: Reprodução

O que são agentes erosivos?

A erosão pode ser de alguns tipos diferenciados, o que vai variar de acordo com o agente que atua no processo. Podemos dizer, portanto, que os agentes são os elementos principais causadores da erosão em determinado contexto. Abaixo, confira os tipos de erosão de acordo com os agentes erosivos envolvidos no processo.

Erosão Pluvial

Erosão Pluvial é aquela que, como o nome sugere, é causada pela água das chuvas, sendo este, inclusive, um dos principais agentes erosivos. Apesar de o processo ter ação lenta, pode ser acelerado quando o solo é desprovido de vegetação. O impacto das chuvas é atenuado quando há vegetação, já que a água não cai diretamente no solo, e ainda contamos com a presença das raízes para dar resistência à estrutura do solo. Quando não há vegetação, há uma saturação mais rápida do solo com relação a água, que passa a fluir pela superfície. Através do salpicamento, primeira ação da água, há a desagregação dos torrões e agregados do solo com o impacto da água, que também provoca uma selagem que reduz a infiltração da água e causa o aumento do fluxo de água superficial. Esse fluxo de água pela superfície causa a formação de ravinas.

Além disso, a erosão remontante também é um tipo de erosão pluvial, que causa aberturas de sulcos no solo, podendo estes atingir dimensões grandes que crescem morro acima. Começam a se formar quando o ravinamento chega ao lençol freático, e passam a não ser mais tão facilmente controlados, pois sua expansão não depende mais da ocorrência das chuvas.

Erosão fluvial

A erosão fluvial, por sua vez, apesar de também ser causada pela água, acontece em decorrência das águas de rios, perenes ou temporários. É bastante semelhante à Pluvial, entretanto, ocorre em uma escala maior e em regime mais prolongado ou permanente.

Erosão Marinha

A erosão marinha, como o nome também sugere, é causada em decorrência da ação das ondas do mar, das correntes marítimas, das correntes de turbidez e das marés. A presença de areia e silte em suspensão acaba por reforçar a ação das águas. Um dos locais em que esse processo vem trazendo preocupações é Olinda, em Pernambuco. Na cidade, a erosão marinha vem ocorrendo de forma tão intensa, com o mar avançando sobre a cidade. Há nesse processo, o transporte de grandes volumes de sedimentos.

Erosão Glacial

A erosão glacial é causada pelas geleiras. Vamos explicar melhor o processo: a água se acumula, durante o verão, nas cavidades das rochas, e acaba por congelar quando o inverno chega, sofrendo, com isso, uma dilatação. Essa dilatação acaba por causar uma pressão nas paredes dos poros, e pode causar o rompimento da rocha, que, com a repetição anual do processo, aos poucos, desagrega a rocha. Apesar de as massas de gelo deslocarem-se de forma lenta, a capacidade de transporte é muito alta, podendo fazer com que pedaços de rocha do tamanho de uma casa sejam transportados. Ao derreterem, criam depósitos sedimentares heterogêneos que são denominados morainas, ou ainda morenas.

Erosão Eólica

Outro tipo de erosão é a eólica, causada pela ação do vento e bastante comum em regiões áridas e secas onde a presença de areia solta é grande. Essa areia é transportada pelo vento, e jogada contra as rochas, causando um desgaste que dá formas diferentes às rochas.

Erosão Antrópica

Chamamos de erosão antrópica aquela que é causada pela ação dos seres humanos. Não tem, de uma forma geral, grande influência, já que a ação é de duração curta. Mas como as tecnologias vêm avançando, a capacidade de o homem remover grandes quantidades de terra e de rochas, é cada vez maior, de forma que esse tipo de erosão tende a ser cada vez mais impactante. Apesar de ser de pequena expressão, a ação humana pode ainda ocasionar o início de um grande processo erosivo.

Referências

Geografia Geral e do Brasil – Paulo Roberto Moraes

Por Natália Petrin
Teste seu conhecimento

01. [ENEM] 

 “A erosão parece uma serpente

Rachando a terra, devorando o chão

E a riqueza que era da gente

Vai toda embora com a erosão

Por isso, agora estou aqui cantando

Chamando o povo pra esse mutirão

Vamos minha gente, salvar nossa terra

Das rachaduras da erosão”.

(“Erosão”. Composição: Walter Santos e Teresa Souza).

Sobre o processo de erosão dos solos, assinale a alternativa correta:

a) a erosão é um fenômeno exclusivamente antrópico.

b) a erosão glacial é o desgaste do solo provocado pelo congelamento da Terra.

c) a ocorrência de processos erosivos é decorrente, em grande parte, de fenômenos endógenos.

d) a ação das águas não é determinante em ações erosivas.

e) a formação das praias é essencialmente causada pelas erosões eólica e oceânica.

02. [ENEM] 

Erosão abre buraco e destrói cerca de 30 casas no Pará

Ao menos 30 casas foram danificadas após uma erosão do solo causar a abertura de um buraco em uma rua em Abaetetuba, no Pará. Cerca de 300 pessoas tiveram que deixar suas casas e estão abrigadas em um ginásio de esportes.

Uma parte das vítimas vai ficar no abrigo destinado pela prefeitura e a outra parte em casa de parentes. Uma equipe de habitação do Estado do Pará já está em Abaetetuba para fazer um levantamento da quantidade de desabrigados. A Defesa Civil também vai fazer uma vistoria técnica na área.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o desgaste do solo pode ter sido provocado pela cheia do rio na região, resultado das fortes chuvas. Todos os moradores foram retirados das redondezas e ninguém ficou ferido.

(Portal R7. 06/01/2014. Disponível em:notícias.r7.com)

Entre os fatores que influenciaram a ocorrência da catástrofe mencionada na reportagem acima, podemos destacar:

a) ação das águas e dos ventos.

b) ocorrência de erosão pluvial e fluvial e influência das atividades antrópicas sobre o meio.

c) desvio proposital do leito do rio, que intensificou processos erosivos em áreas urbanizadas.

d) ação erosiva das águas das chuvas, fenômeno natural e comum em áreas urbanizadas.

01. [E]

02. [B]

Compartilhe nas redes sociais

TOPO