Diversidade cultural

A diversidade cultural é um termo que designa as diferentes culturas que habitam um mesmo espaço geográfico, mas com costumes diferentes.

Diversidade cultural é um termo que se refere aos variados costumes do qual uma sociedade está relacionada. As atividades gastronômicas, a religião, a linguagem, a organização familiar, a política e demais.

Publicidade

Assim, a diversidade cultural irá abranger variadas características próprias de um grupo específico de seres humanos. Estes, por sua, vez dividirão um mesmo território, possuindo costumes pessoais que os diferem.

O termo foi cunhado com o intuito de entender e aprofundar as diferenças entre as várias culturas existentes. Dessa forma, as variadas culturas comporiam o que se entende por identidade cultural.

Seja de um indivíduo, seja de uma sociedade. A diversidade se transforma numa marca específica que distingue uma pessoa ou grupo de outras pessoas/grupos.

diversidade cultural
(Imagem: Reprodução)

Significado de Diversidade cultural

A diversidade cultural está diretamente ligada à pluralidade da expressão, à variedade dos costumes e às maneiras de diferenciação. De uma forma bastante simples, a diversidade delimita e exalta uma dada cultura.

Os processos de colonização de séculos passados criaram uma maior homogeneização. Extinguindo inúmeras culturas, a diversidade chega para representar e destacar as que ainda sobrevivem.

A miscigenação cultural, no entanto, possibilita que um pouco da diversidade cultural da Ásia resida na América. Que uma parcela da África esteja na Europa, e assim por diante.

Publicidade

A globalização não só abrangeu o mundo no campo da economia e da comunicação. Ela também possibilitou uma troca de experiências; uma vazão da diversidade cultural que pouco se via em alguns lugares, e agora se espalha pelo mundo.

Diversidade cultural no Brasil

O Brasil é um país de tamanho continental. Consequentemente, uma diversidade cultural imensa é observada.

Não é necessário pensar muito para lembrar de como os costumes no Rio Grande do Sul são diferentes dos costumes do Nordeste. Dois estados de muita tradição que abrangem o mesmo território, e, ainda assim, de diferenças enormes nos costumes observados.

Publicidade

Assim, o Brasil, por ter essa imensa extensão territorial, compreende costumes diversos ao longo do país. Desde as diferenças climáticas, como econômicas, sociais, gastronômicas e culturais.

Os responsáveis principais por essa variada e enriquecida cultura está ligada às:

  • Colonizações europeias a partir dos anos 1500;
  • Migração europeia ocorrida no final do século XIX e início do século XX;
  • Escravos oriundos da África;
  • População indígena nativa;

Além disso, uma forte política global tem inserido costumes dos próprios Estados Unidos e Reino Unido (e Irlanda) no Brasil. O feriado de Halloween e o dia de São Patrício são exemplos desta influência recente.

A globalização como um risco à diversidade cultural

Muitos pesquisadores e observadores da expoente globalização recente têm manifestado preocupações quanto a mesma. Isso porque, segundo apontamento, ela distanciariam a diversidade entre culturas ao aproximar nações em demasia.

Pensando nisso, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) tem um trabalho digno. O intuito é o de preservação das riquezas culturais, bem como na manutenção de culturas, sobretudo isoladas

A UNESCO emitiu uma Declaração sobre a Diversidade Cultural. Reconhecendo as inúmeras culturas do mundo como uma “herança em comum da sociedade”. A humanidade, assim, estaria na responsabilidade de proteger e promover a diversidade cultural.

O objetivo é o de manutenção das culturas e a permanência da identidade cultural das diferentes nações.

Referências

AZEVEDO, Gislane e SERIACOPI, Reinaldo. Editora Ática, São Paulo-SP, 1ª edição. 2007, 592 p.

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Como referenciar este conteúdo

Bunde, Mateus. Diversidade cultural. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/geografia/diversidade-cultural. Acesso em: 19 de July de 2024.

Teste seu conhecimento

01. [ENEM] O sociólogo espanhol Manuel Castells sustenta que “a comunicação de valores e a mobilização em torno do sentido são fundamentais. Os movimentos culturais (entendidos como movimentos que têm como objetivo defender ou propor modos próprios de vida e sentido) constroem-se em torno de sistemas de comunicação – essencialmente a internet e os meios de comunicação – porque esta é a principal via que esses movimentos encontram para chegar àquelas pessoas que podem eventualmente partilhar os seus valores, e a partir daqui atuar na consciência da sociedade no seu conjunto”.

(Disponível em: www.compolitica.org. Acesso em: 2 mar. 2012).

Em 2011, após uma forte mobilização popular via redes sociais, houve a queda do governo de Hosni Mubarak, no Egito. Esse evento ratifica o argumento de que

a) a internet atribui verdadeiros valores culturais aos seus usuários.
b) a consciência das sociedades foi estabelecida com o advento da internet.
c) a revolução tecnológica tem como principal objetivo a deposição de governantes antidemocráticos.
d) os recursos tecnológicos estão a serviço dos opressores e do fortalecimento de suas práticas políticas.
e) os sistemas de comunicação são mecanismos importantes de adesão e compartilhamento de valores sociais.

 

02.

02. [ENEM] A recuperação da herança cultural africana deve levar em conta o que é próprio do processo cultural: seu movimento, pluralidade e complexidade. Não se trata, portanto, do resgate ingênuo do passado nem do seu cultivo nostálgico, mas de procurar perceber o próprio rosto cultural brasileiro. O que se quer é captar seu movimento para melhor compreendê-lo historicamente.

(MINAS GERAIS. Cadernos do Arquivo 1: Escravidão em Minas Gerais. Belo Horizonte: Arquivo Público Mineiro, 1988.)

Com base no texto, a análise de manifestações culturais de origem africana, como a capoeira ou o candomblé, deve considerar que elas

a) permanecem como reprodução dos valores e costumes africanos.
b) perderam a relação com o seu passado histórico.
c) derivam da interação entre valores africanos e a experiência histórica brasileira.
d) contribuem para o distanciamento cultural entre negros e brancos no Brasil atual.
e) demonstram a maior complexidade cultural dos africanos em relação aos europeus.

01. [E]

02. [C]

Compartilhe

TOPO