Deserto

A escassez de vapor d'água na atmosfera é a principal responsável pela grande amplitude térmica dos desertos.

Os desertos são mais um dos biomas terrestres. Eles podem ser quentes ou frios e, predominantemente secos. Uma das características importantes dos desertos é a grande variação diária das temperaturas, fator este chamado de amplitude térmica. Além disso, os níveis de precipitação são escassos, podendo passar anos sem que haja chuvas.

“Em muitos desertos como o Saara, as rochas e a areia se aquecem rapidamente sob o Sol. No entanto, esfriam rapidamente quando o Sol se põe. Isso se deve à falta de vapor de água na atmosfera.” (TAMDJIAN, 2012, p. 236)

Ou seja, a baixa umidade do ar nos desertos, faz com que estes não retenham boa parte do calor do Sol que incide sobre a Terra durante o dia. A escassez de vapor d’água na atmosfera dificulta a formação de nuvens. Outro fator para explicar o clima dos desertos é o tipo de solo arenoso, o qual não retém o calor solar, esfriando mais rapidamente do que os solos argilosos. Portanto, os desertos podem ser extremamente quentes durante o dia e rigorosamente frios à noite.

Essas condições climáticas peculiares são vistas como empecilhos para reprodução de diversas espécies animais e vegetais, mas ainda assim existe vida nos desertos. Existem diversos fatores que tornam a vida humana nos desertos mais difícil, como o próprio calor mesmo, fazendo com que as pessoas desidratem facilmente. Além disso, as tempestades de areia são elementos comprometedores da saúde humana, afetando as vias respiratórias. Outro risco para saúde é a insolação. Apesar disso, diversas pessoas vivem neste bioma, especialmente com os avanços técnicos que permitiram os sistemas de irrigação.

A vegetação que se desenvolve nos desertos é adaptada às condições extremas deste bioma, conhecida como vegetação xerófila. São arbustos com poucas folhas, ou desprovidos destas em boa parte do ano, cactos e outras espécies com cascas impermeáveis, o que dificulta a perda da água. Podem ocorrer extensas regiões sem a presença de vegetação, nas quais é possível visualizar apenas areia.

Vegetação típica do deserto. Foto: Getty Images
Vegetação típica do deserto. Foto: Getty Images

Algumas regiões da Terra são consideradas como sujeitas ao processo de desertificação, ou seja, podem se tornar desertos. Veja no mapa abaixo quais são estas áreas.

Desertos e áreas sujeitas ao processo de desertificação. Ilustração: Reprodução
Desertos e áreas sujeitas ao processo de desertificação. Ilustração: Reprodução

1. Maiores desertos do mundo

Existem grandes desertos no mundo, como o Saara.

Deserto do Saara. Foto: Getty Images
Deserto do Saara. Foto: Getty Images

“Quase do tamanho do Brasil, o Saara é o deserto mais extenso do mundo.” (TAMDJIAN, 2012, p. 198)

O deserto do Saara é o segundo maior do mundo em extensão, sendo o maior deserto quente do mundo. Ele está localizado no Norte da África, e possui quase o tamanho do Brasil. Dentre desertos frios e quentes, o maior em extensão é o deserto da Antártida, que diferentemente do Saara, é um deserto gelado. Constituído pelo continente mais frio e seco do mundo. O deserto da Arábia está em terceira posição em termos que proporção territorial. Em quarto lugar tem-se o deserto de Gobi, localizado no continente asiático. Na sexta posição encontra-se o Grande Deserto Arenoso, o qual se estende pelo noroeste da Austrália. E em sétimo lugar está o deserto do Karakum, na região central da Ásia. Dentre os maiores desertos do mundo estão ainda, Taklamakan Shamo, na Ásia, deserto da Namíbia, África e o deserto Thar, na Ásia.

Na América do Sul também existem desertos, como o Atacama (Chile), Patagônia (Argentina), deserto de Nazca e o deserto de Médanos de Coro. O deserto do Atacama localiza-se na região Norte do Chile, e é considerado o mais árido do mundo, devido às baixas quantidades de precipitações.

Deserto do Atacama. Foto: Getty Images
Deserto do Atacama. Foto: Getty Images

Referências

TAMDJIAN, James Onnig (Org.). Geografia: estudos para a compreensão do espaço – como funciona o mundo. 6º ano. 1ª Ed. São Paulo: FTD, 2012.
TAMDJIAN, James Onnig (Org.). Geografia: estudos para a compreensão do espaço – o espaço do mundo II. 9º ano. 1ª Ed. São Paulo: FTD, 2012.

Luana Caroline
Por Luana Caroline

Graduada em Geografia (UNIOESTE), Especialista em Neuropedagogia (FAU) e Mestre em Geografia (UNIOESTE)

Teste seu conhecimento

1. [ESADE/2009] É considerado o deserto mais alto e árido do mundo, tem cerca de 200km de extensão. As temperaturas oscilam entre 5ºC à noite e 40ºC durante o dia e seu território está localizado no continente americano. Qual o nome desse deserto?

(A) Deserto do Saara
(B) Deserto de Gobi
(C) Deserto da Patagônia
(D) Deserto do Atacama
(E) Deserto da Namíbia

2. [UNICAMP/2009] O mapa abaixo destaca as áreas áridas da Terra. Responda:

regioes-aridas-mundo

a. Quais os fatores ambientais que determinam a existência desses grandes desertos?

b. Apesar da escassez de água, alguns desertos são povoados. Quais as intervenções que possibilitam a uma sociedade viver nessas áreas?

1. [D]
O deserto do Atacama é considerado o mais árido do mundo, com raras precipitações, podendo passar anos sem receber chuva. Sua localização é no Chile, na América do Sul.

2.

a. Dentre os fatores relevantes estão a localização em regiões de alta pressão, as quais são caracterizadas pelo ar seco, a disposição do relevo nestes ambientes, e ainda a presença das correntes marítimas frias.

b. Várias intervenções humanas possibilitam a vida nos desertos, como os projetos de irrigação, o tratamento adequado dos solos, e o cultivo de plantas e criação de animais que se adaptam às condições climáticas em questão.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO