Big Bounce

A Teoria do Big Bounce é uma alternativa à Teoria do Big Bang sobre a origem do Universo.

A Teoria do Big Bounce chega como forma de rebater dois pontos primordiais da sociedade. Duas ponderações que até então confortavam as pessoas quanto à origem de tudo; da vida; do Universo. Uma é o misticismo e o questionamento constante de como esse processo se deu. O segundo seria sobre o já declarado e sustentado pela comunidade científica, o Big Bang. Esta Teoria, por sinal, se tornou quase uma verdade absoluta nos estudos sobre a origem do Universo. Afinal, tornou-se mais fácil aceitar do que meramente questionar, certo? Bom, não para alguns.

A Teoria do Big Bounce, então, surge, como uma resposta; ou melhor, um questionamento. Sobretudo se realmente teria sido uma explosão que originou tudo o que cerca humanidade, planetas, galáxias e etc. O Big Bounce surge com novas ponderações, especificações e variadas formas de explicar como, na realidade, teria surgido o Universo. Mas sem mais delongas, como surgiu a Teoria do Big Bounce?

big bounce
(Imagem: Reprodução)

O Big Bang: como se deu a descoberta?

Filósofos, religiosos e cientistas. Todos eles têm algo em comum: a inquietude de descobrir como tudo surgiu. Por anos opiniões foram levantadas, mas apenas a ciência conseguiu decifrar rastros daquilo que poderia significar a origem de tudo. Vesto Slipher, por exemplo, descobriu que as galáxias estão se afastando constantemente. Enquanto isso, na mesma mão ponderada, Edwin Hubble descobriu a velocidade do afastamento. Ele dizia que o afastamento das galáxias se dava proporcionalmente igual às distâncias entre elas. A esta teoria deu-se o nome de Lei de Hubble.

Relacionando ao estudo dos colegas, Alexander Friedmann constatou uma expansão constante do Universo. Ou seja, sua origem se daria de um único ponto em comum. Este ponto estaria compactado em uma pequena singularidade de alta densidade. Esta teoria começou a ganhar força, e receberia o nome de Big Bang.

A Teoria do Big Bounce

Nunca há convicções na ciência. Por esse motivo, recentemente, foi proposta uma nova Teoria que rebateria o Big Bang; o Big Bounce, ou O Grande Rebote. Esta nova teoria chega para preencher algumas lacunas que o Big Bang ainda mantém. Um exemplo é sobre o que existiria antes da grande explosão. Afinal, o que vem antes não é explicado, assim como inúmeros pontos que são deixados em aberto pela teoria.

Essa teoria ainda é bastante complexa para entendimento, pois ainda angaria estudos e pesquisas a cada ano que passa. Em suma, o Universo seria formado por quatro dimensões. Se esse Universo em 4D tiver estrelas proporcionais na mesma proporção, então elas poderão evoluir igualmente, hipoteticamente. Ou seja, as mais massivas se expandirão, tornando-se Super Novas, e, consequemente, buracos negros. Esses buracos negros teriam um horizonte de eventos. Eles originariam as chamadas hiperesferas. Este modelo explica que quando uma estrela em 4D entra em colapso, uma membrana 3D é criada. Esta membrana, por sua vez, cria um horizonte de eventos 3D. Em seguida, ele se expande, dando origem a um novo Universo. Sendo assim, um Grande Rebote (Big Bounce) oriundo de uma Grande Explosão que originaria, portanto, o Big Bang.

Referências

Elmore Leonard – The Big Bounce Theory

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Compartilhe nas redes sociais

TOPO