Atmosfera

A extrema importância desta camada gasosa para a existência de vida na Terra é um dos assuntos mais discutidos em reuniões sobre a preservação ambiental.

1. O que é atmosfera?

A atmosfera é uma camada gasosa que envolve a Terra, acompanhando-a em seus movimentos. Uma das funções desta camada é a de proteger o planeta dos possíveis choques com corpos celestes. Além desta, a atmosfera também filtra os raios solares, retendo parte do calor absorvido pela Terra, possibilitando que a temperatura permaneça em níveis aceitáveis para que a vida exista no planeta. A atmosfera é composta quase em sua totalidade pelos gases oxigênio e nitrogênio.

Ilustração: Getty Images
Ilustração: Getty Images.

2. Formação da atmosfera

Assim como a formação do planeta Terra foi algo gradual, a constituição da atmosfera também passou por estágios em sua formação. Quando a Terra se formou, a atmosfera era composta por gases diferentes daqueles que a compõe hoje. Dentre estes gases originais estavam o hidrogênio, hélio, metano e nitrogênio. Nota-se a inexistência do oxigênio, gás vital para os homens.

“O gás oxigênio foi incorporado à atmosfera aos poucos, ao longo de bilhões de anos.” (TAMDJIAN, 2012, p. 114)

Com o resfriamento da Terra, surgiram as primeiras formas de vida, constituídas por organismos anaeróbicos. Portanto, eles não dependiam do oxigênio para sua sobrevivência. No decorrer do tempo, estes organismos estavam expostos à luz solar, e muitos destes se transformaram em vegetais. A clorofila presente nestes vegetais permitiu a transformação do gás carbônico em gás oxigênio. Assim, surgem os organismos aeróbicos, que necessitam do oxigênio para sua sobrevivência. O surgimento do oxigênio possibilitou o aparecimento de outras formas de vida na Terra. Em tempos mais recentes, a ação antrópica também tem interferido na composição da atmosfera, especialmente com os gases emitidos pelas atividades humanas.

3. As camadas da atmosfera

A atmosfera é composta por cinco camadas, conforme mostra a ilustração abaixo.

Ilustração: Todo Estudo
Ilustração: Todo Estudo

Essa divisão da atmosfera foi definida por cientistas com a finalidade de facilitar os estudos, além disso, existem variações de temperatura entre as camadas. Vejamos detalhadamente cada uma delas:

  • Troposfera: consiste na camada inferior da atmosfera, sendo compreendida desde a superfície da crosta até aproximadamente 12 km de altitude. Consiste, portanto, na camada em que vivemos e desenvolvemos nossas atividades cotidianas. A troposfera possui um papel muito importante para que a vida na Terra seja possível. Ela absorve quase metade da luz solar, irradiando o restante para a atmosfera. Esse processo permite que a temperatura no planeta se mantenha em níveis suportáveis à vida
  • Estratosfera: é a camada que fica acima da troposfera, e que vai até aproximadamente 50 km de altitude. Nesta camada encontram-se as maiores concentrações de ozônio. Este gás é responsável pela absorção dos raios nocivos à saúde, chamados de ultravioletas. Portanto, é nesta camada que se encontra a conhecida “camada de ozônio”.
  • Mesosfera: Esta camada tem sua extensão de aproximadamente 50 até 80 km acima da superfície terrestre. As temperaturas na mesosfera são extremamente frias (10 até 100 graus negativos), devido ao fato de não haver gases ou nuvens para absorver a energia solar. A fronteira da mesosfera com a termosfera é considerada a parte mais fria de toda atmosfera.
  • Termosfera: Esta é a camada de maior extensão da atmosfera, indo desde os 80 km até os 700 km acima da superfície. É uma camada caracterizada pelas altas temperaturas. O calor intenso é ocasionado pela presença de moléculas de ar, as quais executam o trabalho de absorver radiação solar.
  • Exosfera: É a última das camadas da atmosfera, fazendo fronteira com o espaço sideral. Sua proporção vai de 700 km até 1000 km de altitude desde a superfície. Nesta camada o ar é rarefeito, e as partículas podem se desprender da gravidade do planeta Terra. Na exosfera ocorre o fenômeno da aurora boreal, e também estão localizados os satélites que transmitem informações.

Referências

SILVA, Angela Corrêa da (Org.). Geografia: contextos e redes. São Paulo: Moderna, 2013.
TAMDJIAN, James Onnig (Org.). Geografia: estudos para compreensão do espaço – como funciona o mundo. 6º ano. São Paulo: FTD, 2012.

Luana Caroline
Por Luana Caroline

Graduada em Geografia (UNIOESTE), Especialista em Neuropedagogia (FAU) e Mestre em Geografia (UNIOESTE)

Teste seu conhecimento

1. [UNIFEI/2012] Pode-se afirmar que o clima corresponde ao comportamento do tempo atmosférico, ao longo do ano, num determinado lugar da Terra. O clima tem comportamento diversificado, que é caracterizado pela combinação de diferentes fatores. Com relação aos fatores climáticos, assinale a alternativa incorreta.

a) A latitude é o mais evidente fator climático, e quanto mais se afastar do Equador, menores serão as temperaturas.
b) As massas de ar influem diretamente nas condições climáticas.
c) As massas de ar podem ser frias ou quentes, secas ou úmidas, e, ao se deslocarem, interagem umas com as outras, trocando e distribuindo calor pela terra.
d) Em maiores altitudes, o ar se torna mais rarefeito, ou seja, há mais concentração de gases e umidade, o que aumenta a retenção de calor.

 

2. [MACK/2011] Foi da junção de duas palavras gregas, Atmós (vapor) e Sphaîra (esfera), que surgiu o nome dado a estrutura de gás que envolve um satélite ou planeta: a Atmosfera. Em tempos de aquecimento global, passou a ser mais estudada, mais valorizada no meio acadêmico, pois é nela que diversos fenômenos relacionados aos distúrbios climáticos atuais ocorrem. No nosso planeta, ela é formada por diversas camadas e, em sua porção mais densa, chega a até 800 quilômetros de altitude a partir do nível do mar. É tida como irrisória, se considerarmos o tamanho do globo terrestre, que mede aproximadamente 12,8 mil quilômetros de diâmetro.

A respeito das camadas que compõem a atmosfera terrestre, considere as afirmações I, II, III e IV.

I. A Troposfera é a camada mais baixa da atmosfera e, é nela, que os principais fenômenos meteorológicos ocorrem, tais como tempestades, chuvas, precipitações de neve ou granizo e formação de geadas.
II. A camada de ozônio (O3) concentra-se na Termosfera. Formada a cerca de 400 milhões de anos, protege a Terra dos raios ultravioletas emitidos pelo Sol, nocivos à vida. Porém sabemos que, devido à emissão crescente de CO2 pelas sociedades modernas, abriram-se buracos enormes nessa camada, permitindo a entrada de tais raios.
III. A Mesosfera se estende da Estratosfera a até aproximadamente 80 quilômetros acima do nível do mar. É a faixa mais fria, porque nela não há nuvens nem gases capazes de absorver a energia do Sol. A temperatura varia de -5°C a -95°C.
IV. O efeito estufa é um fenômeno natural que mantém o planeta aquecido nos limites de temperatura necessários para a manutenção da vida. Nos últimos dois séculos vem aumentando, na camada atmosférica que recobre a Terra, a concentração de dióxido de carbono, do metano, do óxido nitroso e de outros gases. Esse aumento anormal provoca a aceleração do aquecimento global.

Estão corretas:

a) I e II, apenas.
b) I, II e III, apenas.
c) II, III e IV, apenas.
d) I, III e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.

1. [D]

Nas maiores altitudes nota-se que o ar se torna mais rarefeito, dificultando a obtenção do oxigênio. Os gases se encontram concentrados, o que intensifica a retenção do calor. Por isso, quando fazemos uma viagem para locais de maiores altitudes, nos sentimos com falta de ar.

 

2. [D]

A camada mais baixa da atmosfera é a troposfera, na qual as atividades humanas ocorrem, bem como os fenômenos naturais, como as chuvas. A mesosfera é a camada mais fria da atmosfera, isso ocorre, pois não há a retenção dos raios solares. O efeito estufa é um fenômeno natural, sendo ele que permite que o planeta se mantenha em uma temperatura adequada para o desenvolvimento da vida. Em tempos recentes, com a intensificação das atividades humanas, gases prejudiciais à vida têm se concentrado, ocasionando o aquecimento global.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO