Energia elétrica

A energia elétrica é de extrema importância e está presente constantemente em nossas vidas, desde o banho que tomamos até o uso do celular e para assistir filmes na televisão, por exemplo.

Energia elétrica é uma das formas de energia que temos para alimentar nossas residências e indústrias, gerada essencialmentenas usinas hidrelétricas que usa o potencial da água. Pode, entretanto, ser produzida em outros tipos de usinas, como as eólicas, nucleares, solares, termoelétricas, entre outras. Para que essa energia produzida nas usinas chegue até nós, consumidores, é preciso que haja uma rede elétrica eficiente, que é composta por torres de transmissão e fios.

Publicidade

É claro que não precisamos especificar o quão importante a energia elétrica é para a sociedade atual. Isso porque para assistirmos televisão, usarmos nossos aparelhos celulares, usarmos a luz em casa, precisamos dela convertida. Quando produzida através da água, do sol e do vento, a energia elétrica pode ser considerada uma energia limpa, apresentando baixo índice de produção de poluentes, contando com todas as suas fases, inclusive de distribuição. Trata-se, ainda, de uma fonte renovável, já que não se esgota.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Geração de energia elétrica

No ano de 2014, 65,2% da energia elétrica gerada no Brasil foi a partir da usina hidráulica, 30,4% da térmica, 2,5% nuclear, 2% eólica, 0,1% solar, e 0,2% de outras. A geração de energia elétrica leva em consideração as tecnologias existentes, que aproveitam, em sua maioria, os movimentos rotativos para gerar a corrente alternada em um alternador.

Podemos considerar a geração de energia elétrica como uma das básicas atividades humanas, uma vez que está diretamente relacionada às coisas básicas da vida humana nos dias atuais. O transporte da energia produzida leva a energia a partir das unidades de geração, que são as centrais elétricas, para os grandes centros de consumo, e a distribuição acontece por meio da rede de distribuição de energia elétrica, que é composto por redes primárias e secundárias, que são de distribuição de média e baixa tensão, respectivamente.

As primárias são circuitos elétricos trifásicos a três fios, que estão ligados diretamente às subestações de distribuição. Nestas são instalados os transformadores de distribuição que ficam fixados em postes e tem como função diminuir o nível de tensão primário para o secundário. As secundárias, por sua vez, são aqueles circuitos trifásicos a quatro fios, que estão ligadas aos consumidores e iluminação pública, atendendo os grandes centros de consumo.

Curiosidades sobre a energia elétrica

Atualmente, no Brasil, a Usina de Itaipu é a maior, porém, é importante lembrar que é binacional, pertencendo também ao Paraguai. Muitos modelos de carros, atualmente, já são movidos à energia elétrica, assim como ônibus de grandes cidades. Isso diminui a poluição do ar, além de fazer com que os veículos sejam mais silenciosos.

Cálculo da energia elétrica

É possível calcular a energia elétrica por meio da equação EEL=P.∆t onde:

Publicidade

EEL = energia elétrica
P = potência
∆t = variação do tempo

Energia, segundo o Sistema Internacional de Unidades, é dada em Joule, mas a mais usada é o quilowatt-hora.

Publicidade

Referências

A energia do Brasil – AD Leite

 

Natália Petrin
Por Natália Petrin

Formada em Publicidade e Propaganda. Atualmente advogada com pós-graduação em Lei Geral de Proteção de Dados e Direito Processual Penal. Mestranda em Criminologia.

Como referenciar este conteúdo

Petrin, Natália. Energia elétrica. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/fisica/energia-eletrica. Acesso em: 22 de July de 2024.

Teste seu conhecimento

01. [IFG] Para a produção de energia elétrica, faz-se necessário represar um rio, construindo uma barragem, que irá formar um reservatório (lago). A água represada moverá as turbinas, que produzirão a energia. Entre os impactos ambientais causados por esta construção, podem-se destacar:

a) aumento da temperatura local e chuva ácida;

b) alagamentos e desequilíbrio da fauna e da flora;

c) alagamento de grandes áreas e aumento do nível dos oceanos;

d) alteração do curso natural do rio e poluição atmosférica;

e) alagamentos e poluição atmosférica.

02. [IFMT] “A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) remarcou cinco audiências públicas, no nortão, para debater

o Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) feito pela Empresa de Pesquisas

Energéticas (EPE) para a construção da Usina Hidrelétrica de Energia (UHE) de Sinop, no rio Teles Pires, a ser construída em Sinop, Sorriso, Ipiranga do Norte, Itaúba e Cláudia. […]”

(ALVES, Alexandre. Remarcadas audiências sobre Teles Pires em cinco cidades. Disponível em: < http://www.olhar.direto.com.br/notícias>. Acesso em: 15 set. /2010.)

Como o estado de Mato Grosso e os projetos de hidrelétricas noticiados no texto, muitos outros estão em discussão no Brasil. Sobre essas fontes de energia, o aproveitamento econômico e os impactos ambientais gerados, a alternativa correta é:

a)Do total de energia elétrica produzida no Brasil, mais de 90% são de termelétricas, sendo que as crises do petróleo e a demanda do mercado de consumo industrial levaram a um grande investimento no setor a partir das décadas de 1990.

b)Entre as usinas hidrelétricas brasileiras de grande porte estão as de Itaipu, Tucuruí, Ilha Solteira e São Simão, todas localizadas na região Sudeste do Brasil, na bacia do rio Paraná.

c)A hidreletrecidade não é poluidora, mas a construção de uma usina causa muitas transformações no espaço onde é instalada, como alagamento de áreas florestais e férteis, transferências de populações ribeirinhas e, muitas vezes, abandono de cidades inteiras ou parte delas.

d)Ao falarmos de impactos ambientais, as comunidades tradicionais devem ser incluídas, o que leva, muitas vezes, a manifestações de grupos indígenas e de ribeirinhos, como o caso da usina de Belo Monte, no rio Xingu, no Amapá, juntos no Movimento Xingu Vivo para sempre.

e)O Brasil possui abundantes recursos hídricos, mas que não estão bem distribuídos e utilizados para a produção de energia elétrica. As bacias hidrográficas de maior aproveitamento são as bacias do rio Paraná e do rio Xingu.

01. [B]
02. [C]

Compartilhe

TOPO