As Propriedades do Ar

O ar atmosférico é composto de matéria, tendo volume, densidade e pressão, ainda que não possamos vê-lo.

As propriedades do ar são mais importantes do que é imaginado. Ainda que não possamos ver, todos sabemos que o ar é abundante no planeta Terra, sendo composto por uma mistura de gases, partículas suspensas, como poeira, fuligem, produtos químicos e outros, além de vapor de água.

O ar atmosférico que envolve o planeta é basicamente composto de nitrogênio (em torno de 78%), e oxigênio (aproximadamente 21%), havendo ainda em pequenas quantidades o argônio, gás carbônico, neônio, entre outros.

Propriedades do Ar

Imagem: Reprodução

O ar é composto de matéria, assim como toda e qualquer coisa que encontramos em nosso planeta. É formado por diversos gases, e esses são formados por átomos. As propriedades do ar, portanto, abrangem o ar (apesar da redundância) e este ocupa o espaço. Fica mais fácil visualizar quando imaginamos um balão, que quando sopramos fica preenchido por ar, ocupando mais espaço.

propriedades do ar
Imagem: Reprodução

A pressão do ar é chamada de pressão atmosférica e, quanto mais próximo da superfície, mais pressão o ar terá. Ou seja, terá mais peso e mais massa. Quando aumentamos a altitude, a pressão diminui, uma vez que há menos ar e ele acaba ficando mais leve. Podemos dizer que o ar tem peso em decorrência da gravidade, que é a força que atrai tudo para o centro da terra.

É justamente por isso que, ao nível do mar, a concentração de gases é maior e, por consequência, a densidade também o é. Nas montanhas, por exemplo, o ar é menos denso do que o que respiramos em cidades que estão ao nível do mar.

Além dessas propriedades, o ar possui resistência. Por exemplo, quando estamos pedalando muito rápido, podemos sentir a resistência do ar. Isso porque quanto mais rápido for o deslocamento, ou seja, a velocidade, maior será a resistência do ar.

As propriedades do ar, além disso, podem ser sujeitas à compressão ou expansão, retornando posteriormente ao estado em que estava. O ar, ao ser comprimido, reduz o seu volume, e se a compressão parar, ele volta a ocupar o mesmo espaço anterior.

Referências

Conecte Física – Editora Saraiva

Por Natália Petrin
Compartilhe nas redes sociais

TOPO