Ética e moral

Embora geralmente estejam próximas no significado, a ética e a moral podem ser termos bastante distintos.

Ética e moral são palavras com significados frequentemente parecidos e, ao mesmo tempo, podem ser bastante diferentes. De fato, existem muitas definições possíveis desses termos, embora eles quase sempre estejam de algum modo relacionados. Entenda mais sobre esses conceitos a seguir.

Ética e moral

Ética e moral dizem respeito ao modo como seres humanos conduzem suas ações em sociedade.

Geralmente, a moral é normativa – ou seja, é o conjunto de regras de conduta atreladas ao costume ou a uma cultura. Por essa razão, a moralidade não é muito flexível. É como pensar: “o que é certo, é certo”, e ponto.

Por outro lado, a ética pode ser mais contextual e ao mesmo tempo maior que a moral, pois envolve uma reflexão sobre a conduta humana. Conforme Umberto Eco, “A dimensão ética começa quando entra em cena o outro”. Assim, é possível perguntar a alguém: qual é a sua ética?

Apesar dessas definições e dos exemplos a seguir, é importante lembrar que essas palavras possuem significados bastante plurais. Desse modo, é um debate ainda em aberto e bastante complexo na filosofia.

Exemplos de ética

A ética envolve a preocupação sobre as consequências da ação de um ou mais indivíduos sobre outras pessoas. Em todas as situações, a ética visa pensar sobre o eu e a relação com o outro. A seguir, confira alguns exemplos de comportamentos que podem ser considerados éticos:

  • Um psicólogo clínico não comenta sobre os casos de seus pacientes com terceiros (porque sua conduta profissional é de manter uma relação de confiança com os clientes).
  • Uma médica decide cobrar um valor mais baixo pela consulta para pacientes com baixa renda (porque ela entende que o maior número de pessoas deve ter acesso à saúde).
  • Uma mulher não fura a fila do banco (porque ela não quer ser injusta com outras pessoas que estão esperando por mais tempo).
  • Um pai prepara uma festa de aniversário para seu filho (porque ele havia prometido ao menino uma comemoração).
  • Um dono de uma loja não vende produtos falsificados a seus clientes (porque preza pela sua qualidade e a confiabilidade).
  • Uma pessoa heterossexual impede uma agressão homofóbica ou reage a um xingamento (porque ela é contra a homofobia e defende uma sociedade igualitária).

Exemplos de moral

À princípio, a moral se refere aos costumes e leis gerais impostas pela cultura. Assim, essas regras são ensinadas e permanecem como imperativos que, se não forem cumpridos, podem causar o sentimento de vergonha e culpa no indivíduo. Veja alguns exemplos:

  • Uma pessoa vê uma oportunidade de roubar, mas não o faz (porque a moral impõe que não se deve roubar).
  • Um cliente percebe que o funcionário da loja lhe deu um troco maior, e decide devolver o dinheiro (porque a moral prescreve que deve ser uma pessoa honesta).
  • Uma aluna denuncia uma colega que estava ‘colando’ durante a prova (porque é errado trapacear segundo a moral).
  • Um pai prepara uma festa de aniversário para seu filho (porque a moral impõe que ele deve ser um bom pai).
  • Um dono de uma loja não vende produtos falsificados a seus clientes (porque a boa moral prescreve que não se deve enganar as pessoas).
  • Uma pessoa heterossexual impede uma agressão homofóbica ou reage a um xingamento (porque, conforme a moral, ninguém deve ser agredido injustamente).

Entenda mais sobre ética e moral

A essa altura, é possível notar que estamos a todo momento enfrentando questões éticas e morais. No entanto, estar diante desses problemas não é o mesmo que agir de modo ético ou moral. Nesse sentido, a filosofia pode ajudar. Confira um debate detalhado a seguir:

O problema ético: a diversidade humana

Se sempre que o outro entra em cena se inicia o campo da ética, é preciso entender que esse “outro” é potencialmente diferente de você mesmo. Assim, não há um conjunto de regras bem definidas para a ética, mas ela faz refletir sobre como agir e lidar com os outros.

A moral como uma liberdade

Embora a moral tenha geralmente uma relação com a tradição, o costume, ou mesmo aquilo a que somos obrigados, ela também surge quando ninguém está nos vendo. Logo, a moralidade aparece também quando algo “bate na consciência”, pois fomos ensinados algo a respeito.

Moralismo: tudo que é natural é moral?

Dentro das reflexões éticas, o moralismo é considerado uma patologia da moral. Ou seja, se a moral pode nos ajudar a decidir por condutas humanas mais “corretas”, um moralismo faz com que esse campo sirva para julgar a vida de outros, sem ética. Entenda mais.

Ética e liberdade de expressão na escola

Um dos lugares em que aprendemos – ou deveríamos aprender – a lidar com a pluralidade é a escola. Inclusive, essa tem sido uma pauta importante nos debates políticos. Portanto, entenda mais desse assunto a partir de um autor que falou sobre ética na escola: Paulo Freire.

Afinal, o que devemos fazer?

O vídeo humorístico acima retrata o problema ético: como devemos agir em relação ao outro, ou quais as consequências de nossas ações sobre o outro? Provavelmente, se não tivermos uma reflexão sobre estas questões, podemos cair em uma armadilha como o personagem do vídeo.

Desse modo, seres humanos a todo momento precisam lidar com problemas éticos. Entretanto, sem a filosofia e sem uma reflexão crítica desse assunto, parece mais difícil conduzir a ética e a moral no dia a dia.

Referências

Cinco escritos morais – Umberto Eco;

Moral, ética e estética da existência em Michel Foucault – Miguel Ângelo Oliveira do Carmo;

Moral e ética: uma leitura psicológica – Yves de La Taille;

Sobre a ética, a partir da crise ética – Selvino José Assmann.

Mateus Oka
Por Mateus Oka

Cientista social pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), realiza pesquisas na área da antropologia da ciência.

Exercícios resolvidos

1. [ENEM]

O brasileiro tem noção clara dos comportamentos éticos e morais adequados, mas vive sob o espectro da corrupção, revela pesquisa. Se o país fosse resultado dos padrões morais que as pessoas dizem aprovar, pareceria mais com a Escandinávia do que com Bruzundanga (corrompida nação fictícia de Lima Barreto).
O distanciamento entre “reconhecer” e “cumprir” efetivamente o que é moral constitui uma ambiguidade inerente ao humano, porque as normas morais são:
a) decorrentes da vontade divina e, por esse motivo, utópicas.
b) parâmetros idealizados, cujo cumprimento é destituído de obrigação.
c) amplas e vão além da capacidade de o indivíduo conseguir cumpri-las integralmente.
d) criadas pelo homem, que concede a si mesmo a lei à qual deve se submeter.
e) cumpridas por aqueles que se dedicam inteiramente a observar as normas jurídicas.

Resposta: d

Justificativa: a moral foi criada pela sociedade humana, pretendendo ser geral e conduzir as ações das pessoas – entretanto, essa condução nem sempre ocorre efetivamente.

2. [UNICAMP]

Por que a ética voltou a ser um dos temas mais trabalhados do pensamento filosófico contemporâneo? Nos anos 1960, a política ocupava esse lugar e muitos cometeram o exagero de afirmar que tudo era político. (José Arthur Gianotti, “Moralidade Pública e Moralidade Privada”, em Adauto Novaes, Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 1992, p. 239.)
A partir desse fragmento sobre a ética e o pensamento filosófico, é correto afirmar que:
a) o tema foi relevante na obra de Aristóteles e apenas recentemente voltou a ocupar um espaço central na produção filosófica
b) os impasses morais e éticos das sociedades contemporâneas reposicionaram o tema da ética como um dos campos mais relevantes para a filosofia
c) o pensamento filosófico abandonou sua postura política após o desencanto com os sistemas ideológicos que eram vigentes nos anos 1960
d) na atualidade, a ética é uma pauta conservadora, pois nas sociedades atuais, não há demandas éticas rígidas

Resposta: b

Justificativa: a ética sempre foi uma preocupação da filosofia, mas ela ganha importância na atualidade. Questões das mais variadas, desde os problemas ambientais (poluição, aquecimento global, veganismo) até os problemas levantados pelos movimentos identitários (feminismo, LGBT+, e outros) colocam em questão profundamente a ética e que tipo de relação com os humanos e outros seres queremos estabelecer.

3. [UNISC]

Apresentados os enunciados abaixo, qual deles melhor caracteriza o tema da ética filosófica?
a) a ética filosófica estuda a maneira como as pessoas agem dentro de uma determinada sociedade
b) a ética filosófica consiste em um conjunto de normas relativas à vida sexual das pessoas
c) a ética filosófica é o estudo das normas que regem o exercício de uma determinada profissão
d) a ética filosófica é um discurso racional e argumentativo cujo objetivo é fundamentar critérios para avaliar as ações humanas, seja para louvá-las ou para censurá-las
e) a ética filosófica consiste na explicação das normas de comportamento que se encontram na bíblia

Resposta: d

Justificativa: a ética é uma reflexão sobre a conduta humana, incluindo a moralidade, e avalia as consequências dessas ações humanas sobre os que rodeiam.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO