Vacúolos

Os vacúolos podem ter diversas funções em uma célula, e podem ser encontrados principalmente em células vegetais.

Do latim vaccuus, vacúolos são estruturas presentes nas células vegetais, e estão contidas no citoplasma das células. Com formato ovalado, os vacúolos são gerados pelas células que criam um espaço fechado com uma membrana que acaba por isolar determinado volume celular. O conteúdo, fluído, armazena, além de produtos de nutrição ou de excreção, enzimas lisossômicas e pigmentos, caso em que são chamados de vacúolos de suco celular.

Imagem: Reprodução

Delimitados pelo tonoplasto – membrana lipoproteica, os vacúolos de suco celular são exclusivos das células vegetais nas plantas e em algumas algas, sendo bastante numerosos em células jovens. Acabam, entretanto, com o amadurecimento e crescimento das células, se fundindo em um único vacúolo. Em seu interior, a solução também é aquosa, contando com substâncias como proteínas, carboidratos e sais, tendo sua importância no processo osmótico. Além disso, quando contêm pigmentos, esses vacúolos são responsáveis pela coloração das folhas e flores com tonalidades de púrpura, azul, vermelho e violeta.

Quando nos animais, os vacúolos são especialmente raros não apresentando, inclusive, qualquer especificidade em seu nome. Quando presentes, estão em células do tecido adiposo, tendo como função a reserva energética por estarem cheios de gordura. Já no que se refere aos protozoários, os vacúolos apresentam muitas funções que são diferenciadas pelos seus nomes, vacúolo excretor, vacúolo pulsátil e vacúolo digestivo.

Principais tipos de vacúolos

Essas estruturas saculiformes apresentam-se em alguns tipos como sendo os mais comuns. Esse é o caso, por exemplo, do vacúolo de suco celular mencionado anteriormente. Podemos ainda encontrar vacúolos digestórios, que ao contrário dos vacúolos de suco celular, não são exclusividade das células vegetais, e são responsáveis pela digestão intracelular, surgindo do processo de endocitose em que o alimento é capturado e forma o pinossomo, um vacúolo com seu interior preenchido por alimentos. A essa estrutura se unem lisossomos, que formam o vacúolo digestório.

Outro tipo comum de vacúolo digestivo é o autofágico, que tem como principal função a digestão das estruturas da célula, como organelas velhas que podem ter alguns de seus componentes reaproveitados. E então encontramos ainda os vacúolos pulsáteis ou contráteis, que são encontradas em algumas espécies de protistas de água doce e têm como função eliminar a água que entra por osmose nos organismos ou por absorção por meio de alimentos, e encontra-se em excesso.

Referências

Biologia: Natureza e sociedade – Diarone Paschoarelli Dias, Verônica Bercht

Por Natália Petrin
Teste seu conhecimento

01. [ENEM] Os vacúolos são estruturas saculiformes encontradas em vários tipos de célula e que apresentam diferentes funções. Em uma célula vegetal, por exemplo, encontramos o vacúolo de suco celular, que apresenta como uma de suas funções:

a) regular a fotossíntese.

b) promover a síntese de proteínas.

c) armazenar substâncias.

d) controlar o metabolismo celular.

e) regular o processo de divisão celular.

02.[ENEM] Os paramécios apresentam um tipo especial de vacúolo que possui como função principal expulsar o excesso de água que entra no corpo desses seres. Entre as alternativas a seguir, marque aquela que indica o nome correto desse tipo de vacúolo.

a) vacúolo autofágico.

b) vacúolo digestivo.

c) vacúolo de suco celular.

d) vacúolo contrátil.

e) vacúolo regulador.

01. [C]

02.[D]

 

Compartilhe nas redes sociais

TOPO