Protocooperação

Protocooperação é tida como uma relação ecológica de harmonia e interespecífica, onde ela ocorrerá entre diferentes espécies para ambas obterem benefícios.

Protocooperação trata de uma relação ecológica de harmonia e benefícios a duas espécies diferentes. Interespecífica, ela irá propor uma relação direta entre duas diferentes espécies, cujo objetivo final será beneficiar bem-estar a ambas.

Além disso, a protocooperação permite (sem o peso do termo) a relação independente entre ambas as espécies sem que haja qualquer problema ou prejuízo na convivência de ambas.

Dessa forma, a relação jamais será tida como obrigatória. Na protocooperação, há o envolvimento para haver benefícios e boa relação, ocorrendo na camuflagem, proteção, transporte e até conquista de alimento.

protocooperação
(Imagem: Reprodução)

Exemplos de protocooperação

Existem vários exemplos diferentes que ocorrem na natureza. A protocooperação está muito presente e é necessária para muitas espécies.

Pássaro-palito e jacaré

O pássaro-palito entra, literalmente, na boca do jacaré, enquanto ele abre e permite que animal se alimente dos restos de comida entre seus dentes.

De sobra, o jacaré ganha uma limpeza bucal e a retirada de dejetos que podem se alocar nas gengivas.

Pássaros e bovinos

Os pássaros parecem estar destinados à protocooperação. Dessa vez com os bovinos, os pássaros do tipo Anu costumam se alimentar dos carrapatos dispostos pelas costas dos animais.

Em troca da alimentação das aves, os bois se livram de um parasita.

Caranguejo-ermitão e anênoma-do-mar

Talvez o exemplo mais pontual de protocooperação seja a relação entre o caranguejo-ermitão e a própria anêmona-do-mar. Enquanto a anêmona promove a proteção do caranguejo, o mesmo a desloca pelo mar.

Um trabalho em equipe a fim de protegerem-se e deslocarem-se. Além do mais, anêmona poderá se aproveitar de restos alimentares do próprio caranguejo.

Protocooperação e mutualismo: diferenças e semelhanças

Protocooperação e mutualismo são muitas vezes confundidos sob conceitos em provas de ciências biológicas. E não é para menos, afinal ambas tratam de relações interespecíficas e harmônicas.

Inclusive, ambas assemelham-se tanto que mutualismo facultativo pode ser uma outra terminologia para protocooperação.

Há diferenças, no entanto, que abrangem ambos os conceitos. A pontual diferença, na realidade, é que a protocooperação é uma relação em que não há obrigação dos animais realizarem.

Por outro lado, o mutualismo exige obrigação, uma vez que ambas as espécies necessitam uma da outra para sobreviver. Dada sua obrigatoriedade, o mutualismo também pode ser denominado como relação de simbiose.

Exemplo claro apresentado no filme Procurando Nemo, da Pixar, onde há o mutualismo realizado entre o peixe-palhaço (Marlí e Nemo) e sua anêmona.

Neste, a anêmona protege o pequeno e frágil peixe-palhaço de seus inimigos naturais, uma vez que ele é resistente às células urticantes observadas nas anêmonas.

Dessa forma, a única diferença entre protocooperação e mutualismo está na relação obrigatória entre ambos no último conceito.

Referências

JUNQUEIRA, C. Luiz e CARNEIRO, José. Biologia Celular e Molecular, Editora Guanabara/Koogan, 8ª edição. 2005, 332 p.

Mateus Bunde
Prof. Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Exercícios resolvidos

1. [PUCCAMP-SP]

Considere as afirmações abaixo relativas a fatores de crescimento populacional.

I. A competição intraespecífica interfere na densidade da população.

II. A competição interespecífica não influi no crescimento das populações.

III. Um dos fatores limitantes do crescimento populacional é a disponibilidade de alimentos, que diminui quando a densidade da população aumenta.

IV. Fatores climáticos influem no crescimento da população independentemente de sua densidade.

São verdadeiras apenas:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) I, III e IV.

e) II, III e IV.

Resposta: D

2. [CESGRANRIO]

Se duas espécies diferentes ocuparem num mesmo ecossistema o mesmo nicho ecológico, é provável que:

a) se estabeleça entre elas uma relação harmônica.

b) se estabeleça uma competição interespecífica.

c) se estabeleça uma competição intraespecífica.

d) uma das espécies seja produtora e a outra, consumidora.

e) uma das espécies ocupe um nível trófico elevado.

Resposta: B

Compartilhe nas redes sociais

TOPO