Inquilinismo

Inquilinismo é um tipo de relação ecológica voltada à sobrevivência de uma das duas espécies, sejam elas de plantas ou animais.

Inquilinismo é um tipo de relação ecológica, a qual ocorre entre organismos de espécies diferentes. Assim, há uma relação chamada de interespecífica, podendo ser entre plantas ou entre animais.

Neste tipo de relação ecológica, uma das espécies participantes é a inquilina, e vive no interior de outra espécie, denominada de hospedeira. A hospedeira promoverá suporte e abrigo à inquilina.

No inquilinismo há apenas benesse à espécie inquilina. A hospedeira, no entanto, não sofre com prejuízos ao abrigar a outra.

inquilinismo
(Imagem: Reprodução)

Inquilinismo entre as plantas

A relação de inquilinismo é comumente encontrada ao observar as plantas, sobretudo orquídeas, bromélias e samambaias junto a outras plantas (árvores) de maior porte. As três primeiras citadas se instalam nas maiores para obter suporte e sustentação.

No inquilinismo observado nas plantas, dá-se o nome de epífitas às espécies inquilinas. Elas cresceram sobre as árvores de grande porte, a fim de garantir maior suprimento de luz, que consequentemente permite a realização de fotossíntese.

A relação se torna fundamental, uma vez que em ambientes de pouca iluminação e com copas fechadas, tais como interiores de florestas, a luz dificilmente chegaria à base das árvores, onde as epífitas cresceriam sem essa relação.

Essa falta de contato com o solo, no entanto, não interfere na absorção de água. Sua estrutura é adaptada para captação de água nos estratos arbóreos. As bromélias são exemplo claro, pois possuem um tipo de cone invertido, bem como folhas espiraladas, que permitem armazenar água após a precipitação.

Inquilinismo entre animais

Até pouco tempo atrás, o caso de inquilinismo mais conhecido entre animais era o do peixe-agulha (fierásfer) e do pepino-do-mar (holoturia). O peixe se abriga no corpo do pepino, do qual sai apenas com intuito de se alimentar e, em seguida, retorna.

Enquanto o peixe-agulha tem um abrigo contra predadores, o pepino-do-mar não recebe qualquer benefício, mas também nenhum prejuízo. No entanto, essa relação, antes mais popular de todas do inquilinismo, perdeu o posto para uma que protagonizou uma animação da Disney: Procurando Nemo.

A relação ecológica entre o peixe-palhaço e anêmonas-do-mar é muito bem exposta na animação. Com intuito de se proteger e de se abrigar, os peixes-palhaço vivem no interior das anêmonas, entre seus tentáculos, mais especificamente.

A relação também pode ser considerada de comensalismo, uma vez que o peixe-palhaço se aproveita de restos alimentares das anêmonas. Enquanto eles não são afetados pelos tentáculos urticantes das anêmonas-do-mar, as mesmas não sofrem prejuízos com o pequeno inquilino protagonista de uma animação da Disney.

Por fim, no meio aquático ainda há outra forma de inquilinismo, dessa vez mais curiosa. Um tipo de tartaruga da Austrália, conhecida popularmente como Mary River, tem relação de inquilinismo com algas verdes.

As algas acabam se instalando e colonizando a superfície corporal da tartaruga. Por sua vez, seu casco e cabeça ficam preenchidos por estas algas. Entretanto, não há qualquer malefício às tartarugas, enquanto as algas se beneficiam do substrato para desenvolverem-se.

Referências

JUNQUEIRA, C. Luiz e CARNEIRO, José. Biologia Celular e Molecular, Editora Guanabara/Koogan, 8ª edição. 2005, 332 p.

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Exercícios resolvidos

1. [PUCCAMP]

Considere as afirmações abaixo relativas a fatores de crescimento populacional.

I. A competição intraespecífica interfere na densidade da população.

II. A competição interespecífica não influi no crescimento das populações.

III. Um dos fatores limitantes do crescimento populacional é a disponibilidade de alimentos, que diminui quando a densidade da população aumenta.

IV. Fatores climáticos influem no crescimento da população independentemente de sua densidade.

São verdadeiras apenas:

a) I e II.

b) I e IV.

c) II e III.

d) I, III e IV.

e) II, III e IV.

Resposta: D

2. [CESGRANRIO]

Se duas espécies diferentes ocuparem num mesmo ecossistema o mesmo nicho ecológico, é provável que:

a) se estabeleça entre elas uma relação harmônica.

b) se estabeleça uma competição interespecífica.

c) se estabeleça uma competição intraespecífica.

d) uma das espécies seja produtora e a outra, consumidora.

e) uma das espécies ocupe um nível trófico elevado.

Resposta: B

Compartilhe nas redes sociais

TOPO