Células Procariontes

As células procariontes se caracterizam por não apresentarem carioteca.

As células procariontes são conhecidas por serem organismos celulares bastante simples. Também denominadas como protocélulas ou ainda procarióticas, são presentes no grupo Prokaryota, do Reino Monera. Mais especificamente, nas bactérias e cianobactérias.

De modo generalizado, essas protocélulas podem ser definidas como células desprovidas de material genético. Ainda, elas têm a característica de apresentaram delimitação por meio de um envoltório nuclear. Essa demarcação implica que o material genético, que deveria estar concentrado, dispersa-se no citoplasma, sendo o motivo da ausência.

A composição e funcionamento dos organismos pertencentes ao grupo Prokaryota é bastante simplificado. São significativamente pequenos, fazendo destes os primeiros espécimes do planeta. Há bilhões de anos estes pequenos organismos de única célula (unicelulares) habitam a Terra.

A capacidade de adaptação, sobrevivência e construção de um habitat favorável possibilitavam a conservação da espécie. Isso inclui, ainda, ambientes com condições que outros organismos jamais sobreviveriam. Por esse motivo, os procarióticos também receberam o nome de extremófilos.

As células procariontes são simples, com fácil identificação de seus componentes. (Imagem: Reprodução)

Classificação das células procariontes

A classificação desta protocélulas é bastante simplificada. As células do tipo procarionte podem compreender bactérias ou Archaea. Estes organismos, dessa forma, acabam assumindo algumas específicas formas:

  • De espirilos: sendo alongados e em formato helicoidal;
  • De cocos, coccus e cocci: com relativo formato esférico;
  • De bacilos, bacillus e bacilli: alongamento sutil, menor que o espiralado;
  • De vibriões: com dobra em formato de parábola ou como uma vírgula;

Características destas células

A característica que praticamente se torna a definição de uma célula procarionte é a ausência da delimitação no núcleo. Além disso, outro ponto que chama a atenção é que apenas um local acaba contendo DNA circular. Esse DNA cromossômico é observado no nucleoide. Ali, ainda é possível que existam pequenos fragmentos moleculares de DNA mergulhados no citoplasma. Denominadas como plasmídeos, essas moléculas apresentam capacidade de reprodução independente do DNA cromossômico.

Outra característica diz respeito à membrana plasmática. Esta região nas células procariontes apresenta permeabilidade, contendo moléculas denominadas como antigênicas. Assim, ela se torna capaz de cambiar substâncias entre o interior celular e o meio externo. Além disso, sua camada espessa realiza função de parede, protegendo o interior.

Nutrição da célula

As procarióticas podem se nutrir por duas diferentes formas. Sua nutrição, por sinal, ocorre por meio do carbono e energia, que são obtidas a partir de:

  • Ação Fototrófica: luz solar é utilizada como fonte de energia;
  • Ação Quimiotrófica: energia oriunda de compostos químicos é aproveitada;

Reprodução da célula

Nas protocélulas não há reprodução por mitose. O que ocorre é uma fissão binária, assexuada, que acaba por recombinar o material genético por meio de transdução. Essa transformação permite que os organismos originados criem resistência antibiótica. Isso ocorre devido à troca de material genético entre organismos de diferentes espécies.

Por fim, esta reprodução não compreende a condensação cromossômica. A ausência da mitose na reprodução celular retira essa possibilidade. A fissão ocorrida faz surgir septos, estes, por sua vez, direcionam-se até o núcleo celular. Nesta região, a célula bifurca, dividindo-se.

Diferença entre célula procarionte e eucarionte

Neste quesito, é importante observar alguns detalhes. Exibindo uma estrutura molecular similar aos eucariontes, os procariontes acabam por não apresentar algumas estruturas, tais como:

  • Cariomembrana;
  • Complexo de Golgi;
  • Lisossomos;
  • Mitocôndrias;
  • Plastídeos;
  • Retículo Endoplasmático, do tipo liso ou rugoso;

Mesmo assim, os seres procariontes apresentarão um DNA. Contudo, será um anel que envolve o material, que será desprovido de proteínas circundando.

Referências

JUNQUEIRA, C. Luiz e CARNEIRO, José. Biologia Celular e Molecular, Editora Guanabara/Koogan, 8ª edição. 2005, 332 p.

Mateus Bunde
Por Mateus Bunde

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Especialista em Linguagens pelo Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) e Mestrando em Comunicação pela Universidade do Porto, de Portugal (UP/PT).

Como referenciar este conteúdo

Bunde, Mateus. Células Procariontes. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/biologia/celulas-procariontes. Acesso em: 21 de September de 2021.

Teste seu conhecimento

01. [UFMG] Em que alternativa as duas características são comuns a todos os indivíduos do reino Monera?

a) Ausência de núcleo e presença de clorofila.

b) Ausência de carioteca e capacidade de síntese proteica.

c) Incapacidade de síntese proteica e parasitas exclusivos.

d) Presença de um só tipo de ácido nucleico e ausência de clorofila.

e) Ausência de membrana plasmática e presença de DNA e RNA.

 

02. [PUC – RJ] Um grupo de pessoas deu entrada em um hospital, após ingerirem um bolo de aniversário comprado em estabelecimento comercial. O diagnóstico foi intoxicação por uma bactéria do gênero Salmonella. Marque a alternativa que indica a descrição correta de uma bactéria.

a) Um organismo macroscópico, unicelular, eucarionte.

b) Um organismo microscópico, unicelular, procarionte.

c) Um organismo microscópico, unicelular, eucarionte.

d) Um organismo macroscópico, pluricelular, procarionte.

e) Um organismo microscópico, unicelular, heterotérmico.

01. [B]

02. [B]

Compartilhe

TOPO