Célula Vegetal

A célula vegetal contém parede celular e é constituída de feixes de celulose organizados de forma complexa.

A célula vegetal é constituída por parede celular envolvendo um protoplasto e elementos como citoplasma, núcleo, vacúolos, cristais, plastídios, mitocôndrias, etc. Água, gorduras e proteínas compõem o protoplasma, enquanto a parede celular é composta basicamente de celulose.

1. Composição da parede celular

“Longas cadeias de celulose formam microfibrilas que se juntam em feixes constituindo as macrofibrilas, as quais se reúnem formando a parede celular.” (FERRI, 1977, p. 20)

A molécula de celulose pode formar agregados cristalinos (micelas) e, geralmente, encontra-se associada com outras substâncias como minerais e água. Hemicelulose e compostos pépticos são os carboidratos componentes da parede celular, além de compostos graxos em alguns tipos de órgãos vegetais.

Célula vegetal. Ilustração: Todo Estudo
Célula vegetal. Ilustração: Todo Estudo

A parede primária pode possuir várias camadas de deposição de celulose e sobre ela deposita-se a parede secundária, composta por três camadas. Ambas possuem complexa organização e a presença de diversas substâncias.

O citoplasma de uma célula ativa possui aparência fluida ao microscópio e contém o núcleo, os plastídios e as mitocôndrias, além de grânulos de variadas dimensões. Em sementes (células em repouso), o citoplasma parece mais consistente.

“O núcleo é um corpúsculo geralmente envolvido por uma membrana, contendo em seu interior um suco, um retículo de cromatina, que durante a divisão nuclear forma cromossomos e um ou mais nucléolos. É no núcleo que se encontra o ácido desoxirribonucleico (DNA) que é considerado o material genético. Além dele, encontra-se também no núcleo, o ácido ribonucleico (RNA) que todavia é mais abundante no citoplasma.” (FERRI, 1977, p. 22)

A quantidade de cromossomos é variável de acordo com a espécie e algumas plantas podem ou não apresentar organelas como os plastídios ou plastos em quantidade também variável. Estas organelas podem ou não conter pigmentos, como os cloroplastos, que contêm a clorofila, responsável pela coloração verde característica do reino vegetal. Além disso, a clorofila é indispensável para o processo de fotossíntese.

2. Fotossíntese

É a conversão de matéria inorgânica em matéria orgânica pela célula vegetal, que ocorre na presença de luz ao nível dos cloroplastos presentes principalmente nas folhas. A partir da energia solar, a célula absorve água e gás carbônico e transforma em energia química, que é liberada em forma de carboidratos e oxigênio. Esse processo representa o início da cadeia alimentar no planeta, sendo de fundamental importância na garantia da existência dos demais seres vivos. Além das plantas, algas e algumas bactérias também realizam fotossíntese.

Referências

FERRI, Mário Guimarães. Botânica: morfologia externa das plantas (organografia). NBL Editora, 1977. Págs. 20-22. Disponível em: Google Books. Acesso: 20.09.2014
KARP, Gerald. Biologia celular e molecular: conceitos e experimentos. Editora Manole Ltda, São Paulo, 2005. Pág. 219. Disponível em: Google Books. 19.10.2014

Larissa Aras
Por Larissa Aras

Graduada em Ciências Biomédicas (EBMSP) e Especialista em Gestão da Segurança de Alimentos (SENAC)

Teste seu conhecimento

1. [ENEM/2009] A fotossíntese é importante para a vida na Terra. Nos cloroplastos dos organismos fotossintetizantes, a energia solar é convertida em energia química que, juntamente com água e gás carbônico (CO2), é utilizada para a síntese de compostos orgânicos (carboidratos). A fotossíntese é o único processo de importância biológica capaz de realizar essa conversão. Todos os organismos, incluindo os produtores, aproveitam a energia armazenada nos carboidratos para impulsionar os processos celulares, liberando CO2 para a atmosfera e água para a célula por meio da respiração celular. Além disso, grande fração dos recursos energéticos do planeta, produzidos tanto no presente (biomassa) como em tempos remotos (combustível fóssil), é resultante da atividade fotossintética.
As informações sobre obtenção e transformação dos recursos naturais por meio dos processos vitais de fotossíntese e respiração, descritas no texto, permitem concluir que:

a) o CO2 e a água são moléculas de alto teor energético.
b) os carboidratos convertem energia solar em energia química.
c) a vida na Terra depende, em última análise, da energia proveniente do Sol.
d) o processo respiratório é responsável pela retirada de carbono da atmosfera.
e) a produção de biomassa e de combustível fóssil, por si, é responsável pelo aumento de CO2 atmosférico.

2. [PUC-RJ/2003] Identifique a opção que enumera as organelas celulares presentes em células vegetais e as associa corretamente com suas funções na célula vegetal.

a) Mitocôndria – respiração; centríolos – orientação da divisão; cloroplasto – fotossíntese.
b) Vacúolo – acúmulo de água; ribossomo – respiração; cloroplasto – fotossíntese.
c) Cloroplasto – fotossíntese; mitocôndria – respiração; ribossomos – digestão.
d) Mitocôndria – fotossíntese; cloroplasto – respiração; ribossomos – síntese proteica.
e) Membrana celular – revestimento; mitocôndria – respiração; cloroplasto – fotossíntese.

1. [C]

A energia presente nos fótons fornece as condições necessárias para que o processo de fotossíntese possa ser executado nos seres fotossintetizantes que servirão de alimento para os demais seres da cadeia alimentar.

2. [E]

Cada organela está associada corretamente à função que exerce. Células vegetais não possuem centríolos, ribossomos são responsáveis pela síntese de proteínas e os cloroplastos são responsáveis pela fotossíntese.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO