Animais vertebrados

Pertencem ao reino Animalia e ao filo Chordata, possuem músculos e esqueleto. Estão presentes desde o ambiente terrestre até o aquático e aéreo.

A principal característica em comum que agrupa os animais no filo Chordata é a presença de é a medula espinhal juntamente com a coluna vertebral. Assim, estes também possuem tecido muscular e esqueleto. A presença de musculatura e esqueleto permite que os vertebrados realizem uma série de movimentos complexos, dos quais os invertebrados não são capazes. Outra característica é o sistema nervoso desenvolvido, constituído pelo cérebro e medula.

Organismos individuais de cada grande grupo de vertebrados. No sentido horário, começando do canto superior esquerdo: Salamandra-de-fogo, Crocodilo-de-água-salgada, Casuar do Sul, Rhynchocyon petersi, Peixe-lua. Imagem: Wikipedia.
Organismos individuais de cada grande grupo de vertebrados. No sentido horário, começando do canto superior esquerdo:
Salamandra-de-fogo, Crocodilo-de-água-salgada, Casuar do Sul, Rhynchocyon petersi, Peixe-lua. Imagem: Wikimedia Commons.

Todos possuem uma cabeça ou caixa craniana protegendo o cérebro. Apresentam também circulação fechada, ou seja, o sangue circula dentro de vasos e órgãos especializados, onde as artérias e veias estão ligadas por meio de estruturas denominadas capilares.

Os animais que fazem parte do filo Chordata são os peixes (ósseos e cartilaginosos), aves, répteis, anfíbios e mamíferos.

Peixes ósseos

Sendo seres aquáticos, apresentam respiração do tipo branquial. Como exemplos: arraia, tubarão, cavalo-marinho.

Melanochromis auratus. Imagem: Wikimedia Commons.
Melanochromis auratus. Imagem: Wikimedia Commons.

Aves

As aves apresentam particularidades em seu esqueleto que possibilitam o voo. Possuem ossos ocos, chamados ossos pneumáticos, que são leves e delicados. Exemplos: joão de barro, beija-flor, águia, gavião.

Diversidade de aves. Imagem: Wikimedia Commons.
Diversidade de aves. Imagem: Wikimedia Commons.

Répteis

Respiração pulmonar. São seres terrestres, embora vários vivam próximo a água. Os répteis, assim como os peixes e anfíbios, são animais pecilotérmicos. Ou seja, sua temperatura corporal varia conforme o meio. Exemplos: Tartarugas, cobras, lagartos.

A tartaruga das Galápagos "Harriet" viveu até a idade estimada de 175 anos. Diz-se que o espécime foi coletado pelo próprio Charles Darwin. Imagem: Wikimedia Commons.
A tartaruga das Galápagos “Harriet” viveu até a idade estimada de 175 anos (1830-2006). Diz-se que o espécime foi coletado pelo próprio Charles Darwin durante sua famosa expedição a bordo do navio Beagle. Imagem: Wikimedia Commons.

Anfíbios

Sofrem metamorfose corporal. As formas jovens vivem na água e, após a metamorfose, passam para vida terrestre na fase adulta. Sua respiração branquial quando jovens (girinos). Embora, quando adultos, sejam pulmonados, a respiração pulmonar é insuficiente para suprir a demanda gasosa destes seres. Desta forma, a respiração cutânea complementa a pulmonar durante a fase adulta. Uma vez que a respiração cutânea envolve troca de gases através da pele, estes seres possuem a pele altamente vascularizada e umedecida. Exemplos de anfíbios: sapos, rãs, salamandras.

A salamandra e um exemplo de anfíbio. Imagem: Wikimedia Commons.
A salamandra e um exemplo de anfíbio. Imagem: Wikimedia Commons.

Mamíferos

As fêmeas dos mamíferos possuem glândulas mamárias, as quais produzem leite que alimenta seus filhotes. Possuem respiração pulmonar. A maioria dos mamíferos é terrestre, embora existam alguns representantes aquáticos, como as baleias e golfinhos e alguns voadores, como os morcegos.

Focas são mamíferos adaptados à vida marinha. Imagem: Wikimedia Commons.
Focas são mamíferos adaptados à vida marinha. Imagem: Wikimedia Commons.

Você sabia?

Peixes cartilaginosos e Agnatos

A coluna vertebral é constituída por vértebras, embora nem todos os vertebrados apresentem vértebras típicas.

“A estrutura da vértebra típica consiste de um corpo, arco vertebral e vários processos.” (Tortora, 2000, pg. 119)

A classe Agnatha é composta peixes sem maxilar (agnatos). Estes possuem apenas peças cartilaginosas pareadas ao longo da medula. Assim, seu esqueleto não é ósseo e sim cartilaginoso. Os representantes desse grupo são as lampreias e mixinas.

Lampetra fluviatilis. Imagem: Wikimedia Commons.
Lampetra fluviatilis. Imagem: Wikimedia Commons.

Outros peixes, chamados peixes cartilaginosos, também possuem o esqueleto semelhante aos ágnatos. No entanto estes peixes apresentam vértebras bem desenvolvidas.

Referências

TORTORA, G. J. Corpo Humano – Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. 4ª Edição. Editora: Artmed. 2000.

LOPES, S. Bio: Volume Único. 1 Edição. São Paulo: Saraiva, 2004.

Por Carlos Ferreira
Como referenciar este conteúdo

Ferreira, Carlos. Animais vertebrados. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/biologia/animais-vertebrados. Acesso em: 19 de June de 2021.

Teste seu conhecimento

1. (FMTM-2001) Os animais endotérmicos dependem do metabolismo para produzir calor, elevar a temperatura e mantê-la constante. Essa adaptação é fundamental para:

a) os répteis.

b) as aves e os mamíferos.

c) os répteis e as aves.

d) os mamíferos e os répteis.

e) os peixes.

2. (PUC-RS-2001) Os animais do filo Chordata apresentam, em pelo menos alguma etapa do seu ciclo de vida, tubo neural, notocorda e fendas faríngeas. Três exemplos de animais pertencentes ao filo Chordata são:

a) lombrigas, caracóis e insetos.

b) centopéias, ofiúros e jacarés.

c) lampreias, rãs e cetáceos.

d) lulas, minhocas e ungulados.

e) mexilhões, tartarugas e felinos

1. [b]

Répteis, anfíbios e peixes são pecilotérmicos. Sua temperatura corporal não é constante e varia conforme a temperatura ambiente.

2. [c]

Nas demais alternativas, ao menos um animal não é vertebrado.

Compartilhe

TOPO