Animais Ovovivíparos

Os animais podem ser ovíparos, vivíparos ou ovovivíparos. Os ovovivíparos apresentam seu desenvolvimento embrionário dentro de ovos que ficam armazenados no corpo da fêmea.

Os seres vivos podem ser de três tipos: ovíparos, ovovivíparos ou vivíparos. Ovíparos são aqueles que colocam ovos, como as galinhas, por exemplo; já os vivíparos, são aqueles em que o desenvolvimento do embrião acontece dentro do corpo da fêmea; por fim, temos os ovovivíparos, a que se refere este artigo. Neste caso o embrião cresce dentro de um ovo que fica alojado no corpo da mãe, mas não depende da mãe para a nutrição, fazendo uso dos nutrientes presentes no ovo para desenvolver-se.

Publicidade

Estão no grupo dos animais ovovivíparos aqueles que apresentam, como mencionado anteriormente, o desenvolvimento dentro do corpo materno, cuja nutrição ocorre por meio de reservas nutritivas do ovo, não do corpo materno diretamente. Esses ovos se chocam ainda dentro do corpo materno, e ao nascer, os animais são como adultos. São diferenciados dos animais vivíparos, caso em que os embriões são alimentados por meio da placenta, dependendo, portanto, da mãe para a nutrição.

Tubarões e outros animais ovovivíparos

Imagem: Reprodução

Como exemplo dos animais que se encaixam nesse grupo, podemos citar a maioria dos tubarões e das raias, que apresentam, portanto, fecundação interna, cujos ovos, resultantes dessa fecundação, permanecem no corpo materno. Os embriões se alimentam através dos nutrientes presentes no saco vitelínico, dentro do ovo, que possui uma reserva nutritiva bastante grande, suficiente para o seu desenvolvimento. Os embriões saem do ovo, mas permanecem no corpo materno para completar o seu desenvolvimento ligado ao saco vitelínico para receberem nutrição. Em algumas situações, ele ainda come o saco vitelínico dos outros, ou ainda outros embriões, tratando-se de caso de canibalismo. Outro exemplo são algumas espécies de lagarto, mas também algumas cobras que, ao nascerem, são semelhantes aos pais. Existem, ainda, algumas poucas espécies de caracóis que são ovovivíparas. Existem algumas moscas que não botam ovos, sendo ovovivíparos, como é o caso da mosca tachnidae, que são um pouco maiores que as moscas domésticas. Outro exemplo de inseto ovovivíparo, é o besouro metálico.

Referências

Biologia – Volume Único – Cesar da Silva Junior, Sezar Sasson, Nelson Caldini Junior

Natália Petrin
Por Natália Petrin

Formada em Publicidade e Propaganda. Atualmente advogada com pós-graduação em Lei Geral de Proteção de Dados e Direito Processual Penal. Mestranda em Criminologia.

Como referenciar este conteúdo

Petrin, Natália. Animais Ovovivíparos. Todo Estudo. Disponível em: https://www.todoestudo.com.br/biologia/animais-ovoviviparos. Acesso em: 25 de May de 2024.

Teste seu conhecimento

01. [ENEM] Que nome é dado aos organismos que possuem filhotes que se desenvolvem dentro do corpo da fêmea, retirando dela os nutrientes necessários para seu desenvolvimento?

a) Ovulíparo.

b) Ovíparo.

c) Ovovivíparo.

d) Vivíparo.

02. [UFSCAR] Considere o modo de reprodução de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Pode-se dizer que na maioria das espécies de cada uma dessas classes de vertebrados encontramos, respectivamente,

a) oviparidade, larvas aquáticas, larvas terrestres, viviparidade e viviparidade.

b) oviparidade, ovos sem casca, fecundação interna, oviparidade e útero.

c) oviparidade, larvas aquáticas, fecundação externa, oviparidade e mamas.

d) larvas aquáticas, fecundação externa, oviparidade, cuidado parental e oviparidade.

e) larvas aquáticas, fecundação interna, oviparidade, cuidado parental e viviparidade.

01. [D]

02. [B]

Compartilhe

TOPO