Menopausa

A menopausa se carateriza pela última menstruação espontânea na vida da mulher.

A menopausa corresponde ao período final dos ciclos menstruais, que geralmente acontece em mulheres com idade entre 38 e 55 anos.

A população feminina passa por diversas fases no decorrer de suas vidas constituídas de infância, puberdade, adolescência, maturidade, menopausa e senilidade.

Nesta etapa da vida transcorre normalmente um período chamado de climatério, formado por um conjunto de alterações orgânicas não patológicas e emocionais, com alterações nos hábitos diários da mulher, podendo comprometer sua qualidade de vida.

menopausa
Imagem: Reprodução

A menopausa se carateriza pela última menstruação espontânea na vida da mulher. Esse evento decorre das alterações dos hormônios sexuais femininos, como a diminuição dos níveis circulantes de progesterona e estrogênio e diminuição da fertilidade e e aumentos dos níveis dos hormônios folículo estimulante (FHS) e luteinizante (LH).

Por volta dos quarenta anos, os períodos menstruais podem tornar-se irregulares, até que eventualmente, em média, entre os 48 e 59 anos, os ovários deixam de produzir óvulos e não há mais períodos.

Segundo informações do Ministério da Saúde, múltiplas condições físicas e mentais foram atribuídas à menopausa ao longo da história.

No entanto, dados atuais têm mostrado que o aumento dos sintomas e problemas da mulher neste período reflete circunstâncias sociais e pessoais, e não somente eventos endócrinos do climatério e menopausa.

Sintomas da menopausa

O climatério

Nesta etapa da vida transcorre normalmente um período chamado de climatério, formado por um conjunto de alterações orgânicas não patológicas e emocionais, com alterações nos hábitos diários da mulher que podem comprometer sua qualidade de vida.

Esse período recebe esse nome, pois um dos sintomas mais comuns é a sensação de ondas de calor e afeta entre 60 e 80% das mulheres.

Essas ondas de calor (popularmente conhecidas como “fogachos”) podem ocorrer em qualquer fase do climatério e se caracterizam como uma sensação súbita e intensa de calor na pele, aparecendo principalmente no tronco superior, pescoço e face.

Pois, há um aumento do sangue circulando nessas regiões, o que causa uma vermelhidão da pele, e muitas vezes pode haver um aumento do suor produzido.

Outros sintomas comuns desse período são:

  • Alterações menstruais (antes do término completo);
  • Aparecimento de espinhas;
  • Aumento da porosidade dos ossos;
  • Calafrios,
  • Coceira e secura vaginal, que pode levar a dor na relação sexual;
  • Diminuição da memória;
  • Diminuição do tamanho dos seios e perda de firmeza;
  • Diminuição da elasticidade da pele;
  • Dores de cabeça;
  • Fadiga;
  • Ganho de peso e desaceleração do metabolismo;
  • Incontinência urinária;
  • Mudanças de humor, com períodos de ansiedade, irritabilidade e depressão, além da diminuição da auto-estima;
  • Problemas para dormir;
  • Pele seca e cabelos mais finos;
  • Sudorese noturna;
  • Redução da libido.

Referências

Manual de Atenção à Mulher no Climatério / Menopausa – Ministério da Saúde

Climatério e menopausa: percepção de mulheres usuárias da estratégia saúde da família – Joseane de S. Aranha, Carlos Bezerra de Lima, Maryama Naara Felix de Alencar Lima,  Juliane de Oliveira C. Nobre.

Luana Bernardes
Prof. Luana Bernardes

Graduada em História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pós-graduada em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela mesma Universidade.

Teste seu conhecimento

01. [FCC]: Na espécie humana, após a fecundação, verifica-se a suspensão da menstruação porque:

a) a placenta em formação produz um hormônio que mantém o corpo-lúteo funcionante.

b) a hipófise, estimulada pelo corpo-lúteo, passa a produzir gonadotrofina.

c) o nível de estrógeno e progesterona do sangue é mantido pelos folículos ovarianos em desenvolvimento.

d) a hipófise não libera o hormônio folículo estimulante devido ao baixo nível de estrógeno no sangue.

e) a membrana de fertilização do óvulo, formada após a penetração do espermatozoide, produz hormônio luteinizante.

 

02.[FMTM]: Uma mulher, por volta do terceiro dia do ciclo menstrual, foi submetida a uma cirurgia para retirada dos ovários. Alguns dias após a cirurgia, espera-se encontrar no sangue dessa mulher

a) alta concentração de estrógeno e baixa concentração de progesterona.

b) alta concentração de FSH e baixa concentração de estrógeno.

c) alta concentração de LH e baixa concentração de FSH.

d) baixa concentração de FSH e alta concentração de estrógeno.

e) baixa concentração de progesterona e alta concentração de LH.

01. [FCC]

Resposta: A

Se ocorre a gravidez, inicia-se a produção de gonadotropina coriônica que induz o corpo-lúteo a secretar progesterona, impedindo, assim, a menstruação.

 

02.[FMTM]

Resposta: B

O FSH é produzido pela hipófise e estimula a maturação do folículo ovariano. Este, por sua vez, produz estrógenos. Sendo assim, se o ovário foi retirado e, consequentemente, os folículos, observa-se uma alta concentração de FSH e baixa concentração de estrógeno.

Compartilhe nas redes sociais

TOPO